Notícias

Procon-PR multa banco por empréstimos não solicitados

A instituiçãorealizava empréstimos não solicitados para pessoas idosas e pensionistas, e depois descontava diretamente em sua aposentadoria

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da AEN
Procon-PR multa banco por empréstimos não solicitados
A Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho deferiu multas do Procon que ultrapassam o valor total de R$ 1 milhão a bancos, empresas de telefonia e planos de saúde que lesaram consumidores. Curitiba, 17/06/2019 - Foto: Geraldo Bubniak/ANPr

6 de julho de 2021 - 19:44 - Atualizado em 6 de julho de 2021 - 19:44

O Procon multou nesta terça-feira (6) o Banco C6 em razão de reclamações apresentadas pelos consumidores durante a pandemia. A multa é de R$ 296.308,21 e a infração da instituição foi realizar empréstimos não solicitados para os consumidores mais vulneráveis, pessoas idosas e pensionistas, que acabam não percebendo o valor creditado na conta, gastando a quantia que depois é descontada diretamente em sua aposentadoria.

“Fazemos um grande esforço para ajudar a resolver os problemas dos consumidores pelos canais preliminares de solução de conflitos e este é o nosso dever. Mas quando o estabelecimento infrator recusa o acordo ou a solução do problema, se sujeita à aplicação das sanções previstas na lei”

disse o secretário Ney Leprevost.

Segundo Leprevost, a empresa foi notificada, sendo assegurada a ampla defesa e o contraditório. Após tentativas para resolver amigavelmente a situação com a instituição, o Procon abriu um processo administrativo interno, mas, como as respostas apresentadas pelo banco não foram aceitas, as multas foram aplicadas.

Os principais problemas que geram a aplicação das multas pelo Procon são referentes a cobranças indevidas e prestação de serviços sem solicitação, além de cobranças abusivas.

“É importante que o consumidor sempre procure o Procon para formalizar a sua reclamação e acompanhe o seu extrato, a sua conta e, também, o extrato do seu benefício, caso se trate de aposentado ou pensionista”

alertou Claudia Silvano, chefe do Procon.

Devido à pandemia, o Procon-PR está atendendo somente pelos canais digitais.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.