Caroline
Caroline Berticelli / Editora

1 de janeiro de 2020 - 00:00

Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:58

Notícias

Primeiro bebê de Curitiba em 2020 é uma menina e se chama Melissa

A pequena veio ao mundo à 1h01 desta quarta-feira, 1º de janeiro de 2020

Primeiro bebê de Curitiba em 2020 é uma menina e se chama Melissa
O casal já se queixou à empresa de táxis (Foto: Yorkshire Post/SWNS).

A primeira criança que nasceu em Curitiba em 2020 e ‘inaugurou’ o ano nas maternidades da capital foi uma menina chamada Melissa, que veio ao mundo de parto normal à 1h01 desta quarta-feira, 1º de janeiro de 2020, no Hospital e Maternidade Santa Brígida, no bairro Água Verde.

O avô da pequena conta que a neta era esperada desde o dia de Natal e que a família não via a hora de ver o rostinho do bebê. “A expectativa é grande desde o dia 25, falavam que poderia vir. Quando nós soubemos, logo depois da meia-noite a gente estava na igreja, foi alegria dobrada. Eu tô muito feliz, é uma emoção muito diferente você encontrar a sua netinha, a minha filha feliz”. 

Melissa veio de SJP para nascer na capital 

Segundo a mãe do primeiro bebê da década de Curitiba, Melissa deu sinal de que queria nascer durante o dia, mas a bolsa só estourou 15 minutos antes da virada do ano.“Eu comecei a ter contração de treinamento, aquela que não dói, por volta do meio-dia, mas a bolsa foi romper só às 11h45, na hora da sobremesa da Ceia”, contou Rebeca Vilaverde Duarte Braun. 

primeiro-bebe-de-curitiba-em-2020

Melissa nasceu pesando 2,855 Kg. (Foto: Reprodução/RIC Record TV).

No entanto, depois de quase 12 horas se preparando, quando sentiu que chegou a hora, Melissa não teve calma e mal esperou a família que vive em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, chegar na maternidade para nascer. “No que estourou a bolsa a gente estava mais tranquilo, sabia que não precisava sair correndo, mas logo começou a contração ficar mais longa, mais doída. Aí, a gente já veio pra cá, no que eu cheguei no hospital, já estava com 9 de dilatação, e eu nem consegui, entrar no centro obstétrico, nasceu antes na sala de pré-parto“. 

*Com informações da equipe de reportagem da RIC Record TV