Notícias

PRF recupera veículos roubados que tentavam levar ilícitos para o Paraguai

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

1 de fevereiro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 1 de fevereiro de 2019 - 00:00

Na abordagem, a placa já havia sido trocada por uma falsa do Paraguai e o condutor era um adolescente (Foto: Divulgação/PRF)

No segundo caso, um caminhão de frete tinha sido roubado em Capanema, no sudoeste do Paraná

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou dois veículos em Guaíra, no oeste do Paraná, nesta quinta-feira (31). Os carros tentavam levar produtos ilícitos para o Paraguai, país vizinho.

Adolescente dirige carro roubado em Guaíra

O primeiro caso aconteceu durante a manhã, no posto da PRF em Guaíra. O automóvel modelo Fiat Strada, na cor branca, tinha sido furtado horas antes em Umuarama, no noroeste do Paraná. Na abordagem, a placa já havia sido trocada por uma falsa do Paraguai e o condutor era um adolescente, de 17 anos, que é residente de Guaíra.

O menor contou que entregaria o carro no país vizinho e que receberia dinheiro pelo transporte -não revelou a quantia. Em seguida, o carro e o adolescente foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil da região.

Caminhão roubado é recuperado

O segundo carro foi recuperado na Ponte Ayrton Senna, perto das 16h, quando os policiais perceberam um caminhão com alerta de roubo. De acordo com a PRF, o veículo estava com placas de Indaial (SC) e havia sido roubado horas antes em Capanema, no sudoeste do Paraná, durante um serviço de frete.

Durante a tentativa de abordagem, o motorista desobedeceu a ordem de parada e, após acompanhamento tático, foi realizado um cerco ao caminhão, já no posto fiscal de Ilha Grande.  

O homem deve responder por roubo qualificado, com pena de quatro a 13 anos. O caminhão e o suspeito foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil de Mundo Novo (MS).

(Foto: Divulgação/PRF)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.