Futebol

Pressão aumenta e Corinthians blinda Sylvinho no CT

Gazeta
Gazeta Esportiva

21 de outubro de 2021 - 06:00 - Atualizado em 21 de outubro de 2021 - 11:00

A pressão sobre Sylvinho nunca foi tão forte no Corinthians. Não é de hoje que o técnico convive com críticas, mas a derrota para o São Paulo, principalmente devido a atuação da equipe, mudou o panorama.

A maior torcida organizada do clube se manifestou oficialmente a favor da demissão de Sylvinho. Nas redes sociais, a revolta do torcedor tem se mantido entre os assuntos mais comentados e, agora, já há insatisfação declarada dentro do Parque São Jorge.

O presidente Duilio Monteiro Alves passou a ser cobrado de perto. São muitas as reclamações que têm chegado ao ouvido do presidente corintiano.

Mas, por enquanto, Duilio não pensa em interromper o trabalho. Nas alamedas do clube, o mandatário tem pedido paciência por entender que era de se imaginar que o time passasse por um período de oscilação, principalmente devido a problemas como a lesão de Willian.

Mesmo assim, ninguém no departamento de futebol está contente com a fase da equipe. O clima ficou, de fato, mais tenso e a cobrança aumentou. O entendimento, internamente, é de que o Corinthians precisa dar uma resposta positiva imediatamente, ou seja, contra o Internacional, domingo, no Beira-Rio, para a situação não piorar.

Para isso, tanto Duilio quanto Roberto de Andrade e Alessandro Nunes, diretor e gerente de futebol, estão trabalhando para blindar o CT Joaquim Grava.

A intenção é não deixar a pressão atrapalhar a rotina ou influenciar negativamente na preparação para o jogo que está sendo encarado como “decisivo”.

Ainda não se fala em demissão no Corinthians. Mas, a confiança foi abalada por causa das últimas apresentações. A ideia de ir ao menos até o fim do Campeonato Brasileiro com Sylvinho está mantida, mas não se pode dizer “garantida”.