Notícias

Preso suspeito de homicídio é solto por ‘engano’ de presídio

As autoridades agora realizam buscas para localizar o suspeito

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do G1 PA
Preso suspeito de homicídio é solto por ‘engano’ de presídio
(Foto: Divulgação/PCPA)

20 de maio de 2021 - 11:52 - Atualizado em 20 de maio de 2021 - 11:52

Um detento suspeito de assassinato em Altamira (PA), foi solto por engano, um dia após ser preso, no último dia 13. Os servidores envolvidos no erro foram exonerados, de acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

O crime do qual Antônio Wemerson é suspeito ocorreu no último dia 12 e, logo no dia seguinte, quinta-feira (13), a Polícia Civil de Altamira encaminhou o homem para a custódia do sistema penal. Mas, ele não chegou até a penitenciária: foi solto por engano.

A Seap informou ao G1 que a Corregedoria Geral Penitenciária apura o caso e que uma equipe da central integrada de monitoramento eletrônico realiza buscas para tentar localizar Antônio.

Um dos exonerados do cargo após o engano, Antônio Ronaldo, ex-diretor de triagem da Seap, afirmou que os funcionários foram induzidos ao erro pela central da secretaria, em Belém (PA). De acordo com ele, o que aconteceu foi um erro de digitação cometido pela equipe da capital paraense, que o induziu ao equívoco.