Notícias

Prefeitura de Maringá renova medidas restritivas com algumas flexibilizações

Toque de recolher passa a funcionar das 22h às 5h e vários tipos de comércios poderão abrir por um pouco mais de tempo.

Giselle
Giselle Ulbrich com informações da Prefeitura de Maringá
Prefeitura de Maringá renova medidas restritivas com algumas flexibilizações
Foto: Divulgação / Prefeitura de Maringá

1 de julho de 2021 - 20:07 - Atualizado em 1 de julho de 2021 - 20:07

A Prefeitura de Maringá manteve, em decreto publicado nesta quinta-feira (01), medidas restritivas de prevenção ao coronavírus e, conforme planejamento, flexibiliza algumas situações dentro dos limites da segurança da população. O documento é válido a partir das a partir das 5 horas desta sexta (02), até as 23h59 de 12 julho. Confira o documento na íntegra neste link.

O toque de recolher passa a funcionar das 22h às 5h e permanece proibida a comercialização e o consumo de bebidas alcoólicas neste mesmo horário. Outra medida que prossegue é a suspensão de eventos, reuniões, celebrações e comemorações, exceto aqueles já autorizados pelos órgãos competentes do Município.

As atividades comerciais galerias e centros comerciais seguem das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira e aos sábados das 8h às 13h, com limitação de 50% de ocupação. Os shopping poderão funcionar das 10h às 21h30, de segunda a sábado, com limitação de 50% de ocupação. Shoppings de atacado até as 17h, de segunda a sexta-feira, também com limitação de 50% de ocupação.

Salões de beleza, barbearias, clínicas de estética seguem até as 19h, de segunda a sexta-feira e aos sábados até as 18h, com limitação de 50% de ocupação. Pet shops, lojas agropecuárias e serviços de banho e tosa poderão funcionar das 8h às 18h, de segunda a sábado, com limitação de 50% de ocupação.

As academias de ginástica, escolas de natação, tênis, pilates, lutas, dança, crossfit e assemelhados, para práticas individuais poderão acontecer das 6h às 21h, de segunda a sexta-feira e aos sábados até as 15h, com limitação de 40% de ocupação. Os esportes coletivos, inclusive em clubes, associações e condomínios residenciais, permanecem de segunda a sexta-feira, das 6h às 21h.

Prestadores de serviços podem atuar das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira e aos sábados das 8h às 13h, com limitação de 50% de ocupação. As feiras livres e feiras do produtor atenderão até as 21 horas, de segunda a sábado e aos domingos até as 13h.

As casas lotéricas abrirão das 8 às 18 horas, de segunda a sexta-feira e aos sábados das 8 às 13 horas, com limitação de 50% de ocupação. As indústrias, inclusive construção civil, trabalharão de segunda a sexta-feira, sem restrição de horário, e aos sábados das 8h às 13h.

Os restaurantes, bares, lanchonetes, pizzarias, sorveterias, lojas de açaí, carrinhos de lanche, food trucks, lojas da praça de alimentação dos shoppings e similares poderão abrir até as 21h30, de segunda a sexta. Os clientes poderão permanecer nos estabelecimentos até as 22 horas. Aos sábados, o funcionamento será até as 15 horas e aos domingos das 11h às 15h, com limitação da capacidade em 50%. Diariamente, é permitido drive-thru até as 21h30, bem como delivery até as 23 horas. É proibida a colocação de mesas, cadeiras e/ou banquetas nas calçadas, gramados e afins.

Os supermercados, mercados, mercearias, casas de massas, quitandas, padarias, açougues, peixarias, lojas de conveniências e disk-bebidas funcionarão até as 21 horas de segunda a sábado. É proibido consumo no local aos sábados a partir das 15 horas. Aos domingos, estes estabelecimentos poderão utilizar os sistemas drive-thru (até 21h30) e delivery (até as 23 horas).

Fica permitida a utilização de praças, parques públicos e pistas de caminhada de segunda a domingo, permanecendo proibida a utilização dos espaços de lazer “meu campinho” para a prática de esportes coletivos. 

Para fins de aferição em caso de fiscalização, será considerada a atividade preponderante do estabelecimento. Não será levado em consideração o CNAE (Cadastro Nacional de Atividades Econômicas), e o agente fiscal utilizará a realidade fática, podendo fazer uso de imagens fotográficas e outros meios probantes.

https://ricmais.com.br/noticias/coronavirus/