Notícias

Prefeito de NY diz que Bolsonaro não deveria incomodar indo à cidade se não quer se vacinar

O primeiro ministro britânico Bóris Johson também “alfinetou” o presidente, dizendo que ele deveria tomar a Astrazeneca, produzida em seu país, a Inglaterra, e envasada no Brasil pela Fiocruz

Reuters
Reuters
Prefeito de NY diz que Bolsonaro não deveria incomodar indo à cidade se não quer se vacinar
Presidente Jair Bolsonaro caminha em Nova York ao lado de auxiliares

20 de setembro de 2021 - 19:19 - Atualizado em 20 de setembro de 2021 - 21:21

(Reuters) – O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse nesta segunda-feira (20) que o presidente Jair Bolsonaro não deveria incomodar indo à cidade se não quer ser vacinado contra a Covid-19.

“Precisamos mandar uma mensagem a todos os líderes mundiais, incluindo mais notavelmente Bolsonaro, do Brasil, que se você pretende vir aqui, precisa estar vacinado. Se não quiser ser vacinado, não incomode vindo, porque todo mundo deveria estar junto”, disse de Blasio em uma transmissão de vídeo.

Bolsonaro, que se recusou a ser vacinado contra a Covid-19, está em Nova York para participar na terça-feira (21) da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), onde será o primeiro chefe de Estado a discursar.

Sem poder entrar em restaurantes de NY que exigem comprovante de vacinação por determinação da prefeitura, o presidente comeu pizza numa calçada no domingo à noite ao lado de ministros.

Nesta segunda-feira, em encontro bilateral com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, Bolsonaro ouviu do premiê uma recomendação para que todos tomassem a vacina contra Covid-19 da AstraZeneca, desenvolvida em seu país e envasada no Brasil pela Fiocruz, mas respondeu que ainda não se vacinou.

(Reportagem de Ricardo Brito, em Brasília)