Economia

Prazo para adesão ao Simples termina nesta terça-feira

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

30 de janeiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 30 de janeiro de 2017 - 00:00

Foto: FreeImages

Antes de aderir ao regime, é necessário quitar quaisquer dívidas com a Receita

O prazo para a adesão ao Simples Nacional 2017 termina nesta terça-feira (31). O Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Antes de aderir ao regime, é necessário quitar quaisquer dívidas com a Receita. “Se a pessoa fizer a opção e houver algum tipo de restrição terá que ajustar até o fim de janeiro. Assim, quem deixou para a última hora terá problemas, pois, as ações para ajustes serão praticamente impossíveis”, explica Welinton Mota, diretor tributário das Confirp Consultoria Contábil.

É importante ressaltar que empresas de serviço também podem aderir ao Simples Nacional e que o regime passou por diversas modificações recentes que irão beneficiar os participantes, mas a maioria delas só entra em vigor em 2018.

Antes de escolher a opção de adesão, é importante que o empresário faça um planejamento para se certificar que o seu caso se encaixa com cada cenário. Um exemplo é para empresas de serviços que se encaixam no Anexo IV do regulamento do programa. Nesse caso, o Simples Nacional não oferece vantagens.

As alíquotas elevadas para empresas de serviços, estabelecidas pelo governo, estão expressas no Anexo VI, que estipula que carga a ser recolhida tem início em 16,93% do faturamento, indo até 22,45%.

“Se a carga tributária for menor ou até mesmo igual, com certeza será muito vantajosa a opção pelo Simples, pelas facilidades que proporcionará para essas empresas”, declara o diretor tributário da Confirp. Por isso é necessária uma análise tributária da empresa para averiguar se a opção é vantajosa ou não.

Para as empresas que já optam pelo Simples Nacional, a manutenção é automática. Mas elas devem ficar atentas para ajustarem sua situação tributária, com pena da exclusão do regime.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.