Notícias

PR finaliza mês de janeiro sem registro de epidemia de dengue

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

1 de fevereiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 1 de fevereiro de 2017 - 00:00

Após cinco anos, Paraná finaliza janeiro sem epidemias (Foto: Divulgação/SESA).jpg

Cidades com maior índice de dengue são: Maringá, Londrina e Paranaguá

Pela primeira vez em cinco anos, o Paraná finaliza um mês de janeiro sem registro de epidemias de dengue, conforme boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa),  na terça-feira (31). 

O mesmo relatório apontou 464 casos confirmados de dengue em 88 cidades do Estado desde agosto de 2016. Entre as cidades com maior índice estão: Maringá, Londrina e Paranaguá. No mesmo período foram confirmados três casos de Zika e 14 pelo vírus Chikungunya, com nove importados.

Para ser considerada epidemia, é levado em consideração o número de habitantes do munícipio e o número de casos confirmados na cidade. Se o valor apresentado for maior que 300 casos a cada 100 mil habitantes, é declarada situação de epidemia. Se o valor ficar entre 100 e 300 casos, o município entra em sinal de alerta.

Prevenção

Confira orientações para prevenir a doença de forma simples:

– Manter as caixas d’água, galões, tonéis ou tambores sempre vedados

– Evitar o acúmulo de lixo e entulhos

– Remover a sujeira das calhas e ralos

– Lavar os recipientes de água dos animais com esponja e sabão

– Manter vasos sanitários sem uso fechados

– Colocar areia até a borda nos pratos de vasos de flores e plantas

– Deixar garrafas ou baldes com a boca para baixo

Leia mais

Cascavel lança novo mutirão de combate ao mosquito da dengue

Presidiários de Maringá estão plantando repelentes naturais para combater a dengue

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.