Notícias

Trinta e cinco postos de combustíveis sofrem interdições no Paraná pela ANP

Três postos foram interditados pela venda de combustível adulterado e um por funcionar sem autorização

Caroline
Caroline Berticelli / Editora
Trinta e cinco postos de combustíveis sofrem interdições no Paraná pela ANP
Trinta e um bico de bombas abastecedoras que forneciam volume inferior ao registrado também foram interditados. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

23 de agosto de 2019 - 00:00 - Atualizado em 23 de agosto de 2019 - 00:00

Trinta e cinco postos de combustíveis sofreram interdições no Paraná após a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que é responsável por regularizar as atividades do setor, constatar irregularidades nos produtos e serviços oferecidos. (Veja abaixo lista de todas as cidades onde postos apresentaram problemas)

De acordo com a ANP, foram interditados:

  • 31 bicos de bombas abastecedoras que forneciam volume inferior de combustível ao registrado;
  • três postos por venda de combustível fora dos padrões de qualidade, ou seja, adulterado (dois em Foz do Iguaçu e um em Curitiba); 
  • e um por falta de autorização para funcionamento em Londrina (estabelecimento clandestino) 

A ação de fiscalização ocorreu entre os dias 17 e 22 de agosto. 

ANP fiscaliza postos do Paraná após denúncias 

As interdições nos postos de combustíveis paranaenses aconteceram durante uma ação de fiscalização que atingiu 183 postos de combustíveis e uma distribuidora, em 16 municípios do Paraná. Conforme a agência reguladora, os agentes fiscalizados foram selecionados com base nas denúncias recebidas pela ANP e no trabalho de inteligência feito pela agência. 

Irregularidades em postos de Curitiba e região 

Em Curitiba e região foram fiscalizados 84 postos e uma distribuidora. Desses, um posto de combustíveis de curitiba foi interditado após os fiscais identificarem a presença de solvente na gasolina. Já um segundo posto teve sete bicos interditados com desvio de cerca de 1,2 litros a cada 20 litros abastecidos e um posto teve 2 bicos interditados porque forneciam volume inferior ao registrado. 

Outras irregularidades encontradas foram: aferidor sem lacre e posto bandeira branca ostentando bandeira comercial. Posto bandeira branca é o que não vende exclusivamente combustível fornecido por uma única distribuidora, podendo comprar de várias e, por isso, não exibe marca comercial de nenhuma delas. 

Irregularidades em postos de Maringá 

Em Maringá, no noroeste do estado, 21 posto de combustíveis foram fiscalizados. Neles quatro bicos foram interditados porque forneciam volume inferior ao registrado. Além disso, irregularidades como irregular, ausência de material de análise e painéis de preços irregular também foram encontradas. 

Irregularidades em postos Guarapuava 

Em Guarapuava, no centro-oeste do Paraná, 18 posto de combustíveis foram fiscalizados e cinco bicos foram interditados porque forneciam volume inferior ao registrado. 

Ausência de material de análise de combustível e aferidor de combustível vazando também foram encontrados pelos fiscais.

Irregularidades em postos de Ponta Grossa e região

Em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, doze posto de combustíveis foram fiscalizados pelos agentes da ANP. Sete bicos que forneciam volume inferior ao registrado foram encontrados, no entanto, quatro deles foram corrigidos durante a fiscalização e não precisaram ser interditados. 

Irregularidades como ausência de material de análise, painel de preços irregular e falta de segurança das instalações também foram constatadas. 

Irregularidades em postos Londrina 

Em Londrina, no norte do estado, 18 posto de combustíveis foram fiscalizados. Um deles foi interditado por ser um posto clandestino e um bico foi interditado porque fornecia volume inferior ao registrado. 

Irregularidades em postos de Foz do Iguaçu 

Em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, 15 posto de combustíveis foram fiscalizados. Dois deles foram interditados por apresentarem gasolina aditivada fora de especificação e outro posto foi interditado por porque quatro bombas forneciam volume inferior ao registrado. 

Irregularidades em postos Cascavel 

Em Cascavel, também no oeste do Paraná, 15 postos fiscalizados e um bico foi interditado porque forneciam volume inferior ao registrado. Outras irregularidades como termodensímetro irregular e ausência de material de análise também foram registradas.

Assista à reportagem:

O Balanço Geral Curitiba falou sobre os postos de combustíveis interditados no Paraná.