Política

Ratinho Junior comenta discussões políticas sobre vacinas: “Não é saudável para o país”

O governador do Paraná revelou que não acha correto tirar proveito político em cima de uma doença

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações da repórter Rafaela Moron do Grupo RIC
Ratinho Junior comenta discussões políticas sobre vacinas: “Não é saudável para o país”
(FOTO: REPRODUÇÃO/ GRUPO RIC)

27 de janeiro de 2021 - 10:42 - Atualizado em 27 de janeiro de 2021 - 10:42

Em entrevista ao Jornal da Manhã Paraná, da rádio Jovem Pan, na manhã desta quarta-feira (27), o governador do Paraná Ratinho Junior afirmou que na briga das vacinas a população quer soluções, e não discussão política e gente querendo fazer programa eleitoral em cima da doença.  

“Acho que não é saudável para o país esse tipo de discussão. A População não está preocupada com isso, a população está preocupada que a gente, que foi eleito, tente resolver o problema dela sem ficar incomodando, sem ficar enchendo o saco”, declarou Ratinho Junior.

Quando questionado sobre o posicionamento a respeito das trocas de farpas entre o presidente, Jair Bolsonaro, e o governador de São Paulo, João Dória, Ratinho Junior comentou que é difícil fazer uma análise, pois cada um tem seu jeito de pensar. Entretanto, contou que tirar qualquer tipo de benefício político neste momento é “bobagem”.

“É difícil fazer uma análise do perfil de cada um e da maneira como se colocam. Cada um tem um jeito. Eu, desde o início da pandemia em março, não quis fazer disso um programa eleitoral, um programa partidário. Em especial em cima de doença, tirar qualquer tipo de proveito político é uma bobagem, eu não gosto disso. Mas enfim, pode ser que eu esteja errado ou pode ser que esteja errado”, comentou o governador.

LEIA TAMBÉM: Ratinho Junior garante que aulas voltarão no dia 18 de fevereiro

Ratinho Junior ainda destacou que não há necessidade de buscar protagonismo neste momento, onde o mais importante é a saúde da população. O governador ainda disse que “não quis surfar na doença fazendo coletivas”.

“Eu acho uma perda de tempo, mas cada um tem uma maneira de pensar”, finalizou Ratinho Junior.

Assista a entrevista:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.