Marcelo Campelo
Justiça

Por Marcelo Campelo

Política
Marcelo Campelo

Golpes pelo Whatsapp Aumentam na Pandemia

Golpes pelo Whatsapp Aumentam na Pandemia

29 de junho de 2020 - 11:39 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 18:44

A tecnologia vem para nos ajudar e facilitar a vida, bem como para nos entreter. As redes sociais são verdadeiros passa tempos e com o uso moderado servem para relaxar.

Um aplicativo de mensagens mudou a vida de todos. Nossas comunicações ficaram muito rápidas, precisas, seja por escrito, por áudio ou por vídeo. Tal fenomeno foi causado pelo Whatsapp. Existem outros aplicativos que fazem a mesma coisa, como o Telegram e o Wechar, todavia, o que pegou em nosso país foi o “whats” ou “zap”.

O aplicativo trouxe muitos benefícios e facilidades, hoje ninguém, em nenhuma profissão pode viver sem este aplicativo, não consigo ver. Na minha profissão, a jurídica, existem cartórios que estão conciliando por whatsapp e já participei de audiência em que o juiz ouviu uma testemunha sigilosa por esse aplicativo de mensagem.

O outro lado da moeda é que existem pessoa que utilizam o aplicativo para praticar fraudes e prejudicar usuários e infelizmente tais crimes tem aumentado com a pandemia. O motivo pode ser explicado de diversas maneiras, as pessoas estão mais em casa, estão utilizando mais o celular e, emocionalmente se encontram mais abaladas diante da situação.

Dois crime são clássico via whatsapp,, o estelionato e o furto de dados. No primeiro o criminoso oferece uma vantagem e acaba por se aproveitar financeiramente da vítima. No segundo ocorre um furto de informações cruciais da vitima para conseguir pegar um dinheiro na conta, ou como tem ocorrido, o auxilio emergencial do Governo Federal.

Através de um pessoa que supostamente irá ajudar, ou até mesmo por um clone do aplicativo de mensagem, a vítima acaba fornecendo todos os seus dados necessários para o recebimento do benefício do governo.

As pessoas devem estar atentas com as facilidades, pois o Governo não se comunica de maneira informal. Ninguém do Governo ou da Caixa irá entrar em contato por aplicativo de mensagens para verificar o benefício, nem conferir dados. O Governo solicita os dados através de sites institucionais e, atualmente, por aplicativo específico.

A principal mensagem que se deixa é nunca forneça seus dados pessoais, nem bancários por aplicativo de mensagem.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.