Marcelo Campelo
Justiça

Por Marcelo Campelo

Política
Marcelo Campelo

Crime de Racismo e Injúria Racial

9 de janeiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 9 de junho de 2020 - 14:11

Se existe conduta criminosa que denota uma imaturidade, ignorância e baixeza é o crime de racismo e injúria racial. Infelizmente na sociedade brasileira ainda existem pessoas que praticam essa atividade criminosa das diversas formas, seja verbalmente, seja em piadas e, como será tratado, através de aplicativos de comunicação.

O mundo digital trouxe inovações que ninguém, há dez anos, poderia imaginar. Hoje, a comunicação ao redor do mundo é instantânea, basta uma conexão com a internet e um universo de formas de comunicação se abre.

No entanto, toda a mudança traz benefícios e malefícios. O mais famoso aplicativo de mensagens instantâneas, o Whatsapp, diante da maravilhosa facilidade de formação de grupos e do anonimato identificado, pois existe um número de telefone de alguém com endereço e dados pessoais. Os usuários ultrapassam os limites do razoável e cometem crimes de diversas naturezas, destes se encontram o racismo e a injúria racial.

O Ministério Público do Distrito Federal emitiu nota sobre a criminalização da conduta racista daqueles que enviam mensagens com cunho que denigre, por exemplos, os afrodescendentes. As imagens e postagens não se limitam apenas aos afrodescendentes, pois foram identificadas contra a população judaica, bem como contra homossexuais.

Alerta o órgão que tal conduta pode culminar em processo criminal e até prisão, posto que se trata de crime inafiançável.

Porém, a maturidade da sociedade e a ação dos cidadão conscientes que fará diminuir a propagação destas condutas. Como fazer? Primeiro, caso participe de um grupo com tais atitudes, retire-se. Também posicione-se contra. Não é fácil quando se trata de supostas “piadas” e pessoas de convívio próximo estão envolvidas, mas apenas com atitudes firmes e educadas que se demonstrará a evolução humana de cada um. E, como atitude para realmente findar, denunciar nas Delegacias especializadas.

Este pequeno relato serve para indicar o que pode acontecer com aqueles que participam de grupos cujas mensagens tem cunho racista e também para se tentar esclarecer a tamanha ignorância do crime.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.