Marc Sousa
Fala Marc!

Por Marc Sousa

Política
Marc Sousa

Vereador acusado de “rachadinha” e assédio sexual pode ser cassado

Felipe Passos, vereador de Ponta Grossa, é acusado por dois ex-funcionários e já teve bens bloqueados pela Justiça

Vereador acusado de “rachadinha” e assédio sexual pode ser cassado

1 de junho de 2021 - 15:03 - Atualizado em 1 de junho de 2021 - 15:19

A Câmara de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, vai analisar um pedido de cassação contra o vereador Felipe Passos (PSDB), por quebra de decoro parlamentar.

Protocolado na semana passada pelos vereadores Josi do Coletivo (PSOL) e Geraldo Stocco (PSB), o pedido de cassação foi lido durante a sessão desta segunda-feira, 31. A solicitação será votada pelos vereadores na sessão de amanhã, 02, para decidir se será instaurado uma Comissão Parlamentar Processante.

De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), Passos é suspeito de operar um esquema de “rachadinha”, exigindo a devolução de dinheiro de subordinados, e de assediar sexualmente e moralmente contra assessores do gabinete dele.

O gabinete de Felipe Passos diz que o vereador não foi notificado do pedido. Na semana passada, ele teve R$ 50 mil bloqueados pela justiça, que acolheu a denúncia do MP-PR. O vereador nega as ações de “rachadinha” e assédio e afirma ser inocente.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.