Marc Sousa
Fala Marc!

Por Marc Sousa

Política
Marc Sousa

EXCLUSIVO: Sérgio Moro está em Curitiba para decidir seu futuro político

Senador Oriovisto Guimarães, do Podemos, disse que está há um ano conversando com Moro, tentando convencê-lo a ser candidato à presidência pela sigla

EXCLUSIVO: Sérgio Moro está em Curitiba para decidir seu futuro político
(Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

25 de setembro de 2021 - 13:14 - Atualizado em 25 de setembro de 2021 - 13:14

O ex-juiz Sérgio Moro está em Curitiba, participando de uma série de encontros, para decidir seu futuro político. Todas as conversas acontecem a portas fechadas. Moro pediu discrição a líderes partidários, representantes do setor produtivo e lideranças sociais com quem tem falado nos últimos dias.

Os encontros têm servido para discutir cenários e a possibilidade de uma candidatura à presidência da República. Com a cúpula do Podemos, o ex-juiz da Lava Jato disse que uma possível plataforma de governo terá que, obrigatoriamente, incluir uma agenda de combate à corrupção, o fim do foro privilegiado e a volta da prisão em segunda instância.

O partido sinalizou que concorda com as pautas e apresentou pesquisa sobre a possibilidade de Moro unificar a chamada “terceira via”. Mesmo assim, ele ainda não decidiu se será ou não candidato.

O senador paranaense Oriovisto Guimarães, do Podemos, diz que há um ano conversa com Moro sobre o assunto. Ele conta que o ex-juiz não sinalizou uma negativa e também não confirmou que será candidato.

“Enquanto ele não disser que não, nós continuaremos insistindo. Os valores do Sérgio Moro tem tudo a ver com os valores do partido”,

informou o senador.

Os senadores com quem Sérgio Moro conversou dizem que ele, até agora, só demonstrou interesse em uma possível candidatura à Presidência da República e negam especulações que ele possa concorrer a uma vaga no Senado ou ao Governo do Paraná. O ex-juiz também tem revelado que não são só questões políticas que ele tem levado em conta para a decisão, mas, principalmente, questões pessoais.

“Ele é um homem que depende do salário dele pra sobreviver. Não é um homem que tenha muitos recursos. Está bem de vida, tem um bom salário, mas depende desse salário. Teria que fazer um acerto com o empregador dele, enfim, não é uma decisão fácil pra ele”,

analisou Oriovisto.

Moro passou a viver nos Estados Unidos e tem um contrato de trabalho com uma consultoria jurídica americana que vai até outubro. Só depois disso, poderia anunciar uma pré-candidatura. Ele deve ficar no Brasil até a próxima semana.

Assista a entrevista completa e exclusiva com o senador Oriovisto Guimarães: