Marc Sousa
Fala Marc!

Por Marc Sousa

Política
Marc Sousa

Estrada do Colono volta à pauta em Brasília

Estrada que corta o Parque Nacional do Iguaçu, na região oeste do Paraná, está fechada, mas moradores da região querem reabri-la. Ambientalistas são contra. Veja o meu comentário no fim desta matéria

Estrada do Colono volta à pauta em Brasília
Estrada do Colono / Divulgação MPF

2 de junho de 2021 - 09:55 - Atualizado em 2 de junho de 2021 - 15:44

A Câmara dos Deputados deve votar hoje, 02, um requerimento de urgência sobre um projeto de lei que libera a abertura de um trecho de 17,6 km da PR-495, conhecido como “Estrada do Colono”, entre Capanema e Serranópolis, no oeste do Paraná. O trecho corta o Parque Nacional do Iguaçu.

O pedido de urgência é do deputado federal Nelsi Coguetto Maria, o “Vermelho” (PSD-PR). Segundo o parlamentar, além de resolver um problema de logística do paraná, a proposta é “restaurar as relações socioeconômicas e turísticas” da região. Em síntese, o projeto de lei 984/19 cria a categoria de unidade de conservação denominada “estrada-parque”, definida como uma via de acesso dentro de uma unidade de conservação cujo formato é desenhado por aspectos históricos, culturais e naturais que precisam ser protegidos.

Segundo a justificativa do projeto, a Estrada do Colono teria sido aberta na década de 1920 durante a Coluna Prestes. A partir de 1986, acabou bloqueada, em função de decisão judicial. Em 1997, a população local reabriu “à força” a estrada, que foi novamente bloqueada. O imbróglio seguiu até 2001, quando acabou fechada definitivamente. No ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou um pedido para a reabertura da estrada.

Ambientalistas são contra reabertura

Segundo diretora-executiva da rede PRO UC, organização que defende parques nacionais no Brasil, Ângela Kuczach, a “estrada-parque” é uma rodovia com um nome diferente. “A abertura de uma estrada dessas vai trazer um dano de imagem gigantesco para o Brasil, imagine em tempos de redes sociais e de mídias digitais o impacto que seria um trator entrando dentro do parque nacional que abriga as Cataratas do Iguaçu pra destruir floresta.”, diz a ambientalista.

Veja o meu comentário sobre o assunto no Balanço Geral Oeste, da RIC Record TV:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.