Marc Sousa
Fala Marc!

Por Marc Sousa

Política
Marc Sousa

“Consegui o que o paranaense queria a muito tempo”, diz Ratinho Júnior sobre novo pedágio

Governador convenceu presidente Jair Bolsonaro a abandonar proposta do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Governo Federal vai desenhar um novo modelo de concessão, exclusivo para o Paraná

“Consegui o que o paranaense queria a muito tempo”, diz Ratinho Júnior sobre novo pedágio

26 de maio de 2021 - 14:27 - Atualizado em 26 de maio de 2021 - 17:36

O governador Ratinho Júnior (PSD) deu hoje detalhes da reunião de duas horas que teve como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em que acertou os detalhes do novo modelo de pedágio no Paraná. Em entrevista a RIC Record TV, o governador contou que convenceu o presidente a abandonar a proposta defendida pelo Ministério da Infraestrutura apresentando o histórico da concessões de rodovias no Paraná. “Ele [Bolsonaro] entendeu que o Paraná foi injustiçado nos últimos 25 anos […] existe um modelo para o Brasil, o Paraná vai ter um exclusivo, justamente porque nós, nos últimos anos, sofremos muito.”

Ratinho Júnior diz que a ideia é oferecer tarifas baixas, mas com a garantia de melhorias nas rodovias. “Eu exigi do governo federal que tem que ter a menor tarifa, que tem que ter obra, porque não adianta ter a menor tarifa se não tiver Curitiba à Foz do Iguaçu duplicado, se Curitiba até Maringá, Umuarama duplicado, se não tiver Curitiba a Londrina duplicado, tem que ter muita obra nesse modelo. Serão R$ 42 bilhões.”, explicou reforçando que também pediu que o leilão das concessões seja feito na Bolsa de Valores de São Paulo.

O governador comemorou o que classificou como vitória do Paraná. “Quando o pedágio foi implementado no Paraná eu tinha 17 anos, eu nem imaginava que eu teria essa responsabilidade de liderar esse processo. Consegui o que o paranaense queria a muito tempo.”

Veja a entrevista na íntegra.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.