Política

Manifestantes pró-Bolsonaro organizam carreata em Curitiba neste sábado (1)

Com bandeiras e roupas verde e amarela, manifestantes fizeram carreata na capital paranaense

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações da Reuters
Manifestantes pró-Bolsonaro organizam carreata em Curitiba neste sábado (1)
(FOTO: FELIPE CONCEIÇÃO/ RIC RECORD TV)

1 de maio de 2021 - 16:15 - Atualizado em 1 de maio de 2021 - 16:15

Manifestantes pró-Bolsonaro foram às ruas de Curitiba neste sábado (1º), feriado do Dia do Trabalho. Com bandeiras do Brasil e roupas verde e amarela, os bolsonaristas gritaram palavras de ordem e declararam apoio ao governo federal. 

O ato foi programado para às 14h, em frente a Praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico, e depois os manifestantes seguiram em carreata até o 20º Batalhão de Infantaria Blindado (BIB), no bairro Bacacheri.

Entre os gritos dos manifestantes estava a frase “Eu Autorizo”, que também chegou a aparecer entre os assuntos mais comentados do dia no Twitter. A frase faz referência a uma fala de Bolsonaro, há cerca de duas semanas, em que o presidente disse que esperava “um sinal do povo” para agir, sem deixar claro a que tipo de ação estava se referindo.

Até às 15h40 a Polícia Militar (PM), que acompanha a manifestação, não registrou nenhuma ocorrência. O número aproximado de participantes também não foi divulgado. Devido ao ato, houve registro de congestionamento próximo ao Palácio Iguaçu. Confira algumas imagens:

(Foto: Felipe Conceição/RIC Record TV)
(Foto: Felipe Conceição/RIC Record TV)
(Foto: Felipe Conceição/RIC Record TV)

Bolsonaro participa de manifestação

O presidente Jair Bolsonaro sobrevoou, com um  helicóptero das Forças Armadas, neste sábado (1º), uma manifestação a seu favor na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Depois de sobrevoar o local por cerca de meia hora, Bolsonaro voltou ao Palácio da Alvorada. 

Manifestações aconteceram, além da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, em Copacabana, no Rio de Janeiro, na Avenida Paulista, em São Paulo, e no Parque Moinhos de Vento, em Porto Alegre, além de outras capitais.

Nas manifestações, algumas faixas defendiam uma “intervenção militar com Bolsonaro no poder“, além da aprovação do voto impresso e o fim das medidas de restrição de circulação decretadas nos Estados para conter a pandemia de Covid-19.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.