Política

Luiz Antônio Leprevost, vice-presidente da ACP, morre aos 69 anos

Conforme a nota publicada por Ney Leprevost, devido a pandemia, o velório será restrito somente a família

Daniela
Daniela Borsuk
Luiz Antônio Leprevost, vice-presidente da ACP, morre aos 69 anos
(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

10 de abril de 2021 - 13:33 - Atualizado em 10 de abril de 2021 - 13:33

Faleceu na noite desta sexta-feira (9), o advogado e empresário Luiz Antônio Leprevost, vice-presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), ex-diretor do Banestado, da Telepar e da Copel, e pai do deputado federal e secretário de Justiça, Família e Trabalho do Estado do Paraná, Ney Leprevost Neto e do vereador Alexandre Leprevost, 1º vice presidente da Câmara Municipal de Curitiba.

Luiz Antônio Leprevost estava internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba. Ele deixa a esposa, Jussara Abrão Leprevost e quatro filhos: Ney Leprevost Neto, deputado federal e secretário de Justiça, Família e Trabalho do Estado do Paraná; João Guilherme Leprevost, empresário ; Luiz Felipe Leprevost, escritor e poeta; e Alexandre Leprevost, sócio da rede Temaki de restaurantes, vereador e 1º vice presidente da Câmara Municipal de Curitiba; além de seis netos.

Em nota publicada em suas redes sociais, Ney Leprevost publicou um texto do jornalista Rodrigo França, amigo da família, que conta sobre as origens de Luiz . “Era de família tradicional de Curitiba, filho do ex-procurador geral de Justiça e ex-prefeito da capital no governo JK, dr. Ney Leprevost e de Stella Surugi Leprevost; tinha orgulho de seus avós e, em especial, do seu bisavô, o capitão Leprevost, ex-padre vindo da França que morreu como herói na revolução Federalista”.

“Homem de caráter firme, honestíssimo, trabalhador e muito humano, deixa viúva Jussara Abrão Leprevost, o grande amor da sua vida.
Advogado, empreendedor, ex-diretor do Banestado, da Telepar e da Copel; era respeitado por sua austeridade e querido pela solidariedade que sempre devotou aos mais humildes”.

Diz o texto de Rodrigo França repostado por Ney Leprevost.

A ACP publicou uma nota de pesar, lamentando o falecimento do vice-presidente da instituição.

“Como cidadão e pai de família, deixa um legado construído com determinação e generosidade e que certamente permanecerá no tempo”.

Diz a nota da ACP.

Velório

Conforme a nota publicada por Ney Leprevost, devido a pandemia, o velório será restrito somente a família. Ele também pediu para que, em vez de coroas de flores, amigos e familiares façam doações ao hospital Erastinho.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.