Política

Londrina cria projeto de lei que proíbe veículos barulhentos

A intenção é melhorar a poluição sonora na cidade e a qualidade de vida

Bruna
Bruna Melo / Repórter
Londrina cria projeto de lei que proíbe veículos barulhentos
(FOTO: Polícia Militar)

26 de abril de 2021 - 12:48 - Atualizado em 26 de abril de 2021 - 13:10

Em entrevista coletiva, o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, informou que encaminhou para a Câmara Municipal o projeto de lei para proibir a circulação de veículos barulhentos. A intenção é melhorar a poluição sonora causada principalmente por motos com escapamento adulterado. 

“Essas motos barulhentas incomodam a família que tem um bebê pequeno, incomodam idosos, incomodam hospitais, casas de repouso e cidadãos comuns. Baseado nisso, nós estamos encaminhando um projeto de lei à câmara de vereadores, estabelecendo critérios e multas pesadas […].”

disse Marcelo Belinati, em coletiva.

Com base em leis de trânsito e códigos ambientais, o projeto prevê o recolhimento dos veículos. Na primeira infração, é aplicada multa de R$500, valor que pode ser dobrado caso seja recorrente

Para implementar as medidas, a prefeitura pretende construir um pátio para abrigar os veículos apreendidos. Também serão comprados decibelímetros, aparelhos que medem a intensidade de um som. Caso o barulho seja maior do que o permitido, as punições serão aplicadas.

Motos adulteradas já vêm sendo apreendidas, em Londrina. No último final de semana, a Polícia Militar apreendeu 28 motocicletas irregulares. Entre elas, algumas com mudanças no escapamento.

Belinati ressalta que o projeto é paralelo à Lei Seca de Londrina, que proíbe o consumo de bebidas em vias públicas. As ações são em parceria com a Guarda Municipal de Londrina. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.