Política

“Governador, os russos prometeram e não entregaram, ou a gente não combinou?”, questiona deputado sobre Sputnik V

Anvisa autorizou o uso excepcional da vacina russa no Brasil e 13 estados estão na lista para receber o imunizante; Paraná, que havia prometido parceria com Instituto Gamaleya, não irá receber

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da RIC Record TV Curitiba
“Governador, os russos prometeram e não entregaram, ou a gente não combinou?”, questiona deputado sobre Sputnik V
(Foto: Agustin Marcarian/Reuters)

17 de junho de 2021 - 11:16 - Atualizado em 17 de junho de 2021 - 11:16

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso excepcional da vacina Sputnik V no Brasil nesta semana. Logo após o anúncio, 13 estados revelaram que farão a importação do imunizante. Entretanto, o Paraná, que no ano passado chegou a falar que tinha feito uma parceria com o Instituto Gamaleya para produzir a vacina aqui, não aparece na lista.

A ausência do Paraná na lista chamou a atenção de deputados que questionaram o governador Ratinho Junior. Durante sessão na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), nesta quarta-feira (16), o governo foi cobrado sobre as promessas do ano passado.

“Vejo agora aqui que 13 estados conseguiram a vacina e o Paraná mais uma vez de fora do processo. Eu quero aqui cobrar, no intuito que o Paraná tem problemas sérios com o coronavírus. Governador Ratinho Júnior, os russos prometeram e não entregaram, ou a gente realmente não combinou com os russos?”,

questionou o deputado estadual Arilson Chiorato (PT).

Governo se posiciona

Por meio de nota, o governo esclareceu a decisão de não adquirir a vacina de origem russa. O estado destacou que segue o Plano Nacional de Imunização (PNI) e utiliza imunizantes que atendam aos critérios da Anvisa. Além disso, reforçou que a autorização concedida pela Agência é somente para o uso excepcional, podendo ser aplicada em 1% da população.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.