Guilherme
Guilherme Becker / Editor

10 de abril de 2019 - 00:00

Atualizado em 10 de abril de 2019 - 00:00

0 Comentários
Balanço Geral Curitiba

Ex-governador Beto Richa é denunciado pela terceira vez na Operação Quadro Negro

O ex-governador Beto Richa recebeu uma nova denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR). Nesta quarta-feira (10), o político foi denunciado pela terceira vez na Operação Quadro Negro, que investiga o desvio de aproximadamente R$22 milhões de recursos da Secretaria de Estado de Educação (SEED).

LEIA TAMBÉM: Gaeco solicita autorização para vender bens apreendidos na residência de Beto Richa

Terceira denúncia

Desta vez o ex-governador é denunciado por crimes de corrupção passiva e fraude a licitação. De acordo com o MP-PR, duas escolas de Guarapuava teriam sido o alvo do esquema ilegal.

O valor que deveria ser investido nas instituições da região central do estado. Somando os investimentos do Colégio Estadual Professora Leni Marlene Jacob (desvios de R$ 842.384,28) e do Colégio Estadual Pedro Carli (desvios de R$ 812.395,14), o desvio passa de R$1,6 milhão.

Operação Quadro Negro

Anteriormente, pela Operação Quadro Negro, Beto Richa já respondia pelos crimes obstrução de justiça, corrupção, organização criminosa e prorrogação indevida de contrato de licitação.

O ex-governador já cumula três prisões. Na última passagem, em março deste ano, Beto Richa permaneceu 15 dias no Complexo Médico Penal de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Até a noite desta quarta-feira (10), a defesa do acusado não se pronunciou sobre a nova denúncia.

Siga o RIC Mais também no Instagram, e fique por dentro de todas as novidades!

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique atualizado.

Seta COMENTÁRIOS