Política

VÍDEO: Em Nova York, Marcelo Queiroga mostra dedo do meio para manifestantes

Marcelo Queiroga integra a comitiva do presidente Jair Bolsonaro, que discursa na abertura da Assembleia Geral da ONU nesta terça (21)

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
VÍDEO: Em Nova York, Marcelo Queiroga mostra dedo do meio para manifestantes
(foto: reprodução/Twitter)

21 de setembro de 2021 - 08:31 - Atualizado em 21 de setembro de 2021 - 10:38

O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, respondeu com gestos obscenos a um protesto que ocorria em Nova York, nos Estados Unidos, contra a comitiva do presidente Jair Bolsonaro, que fará o discurso de abertura da Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (21)

Dentro de uma van, que levava a comitiva, o ministro levantou de seu lugar e foi até a janela fazer gestos obscenos, mostrando o dedo médio para os manifestantes. O vídeo que mostra a cena circulou nas redes sociais e nos canais de imprensa. Queiroga ainda não comentou o episódio.

Veja o vídeo:

Bolsonaro em NY

Sem a proteção de apoiadores que costumam cercá-lo no Brasil, o presidente tornou-se alvo dos protestos de ativistas ambientais e em defesa da democracia durante sua passagem por Nova York e também mostrou-se irritado chamando os manifestantes de “acéfalos”.

Um caminhão com a imagem de Bolsonaro circula por Nova York com dizeres como “Jail Bolsonaro” (Prendam Bolsonaro), “Amazon or Bolsonaro” (Amazônia ou Bolsonaro) e que chamam o presidente de “mentiroso” e “perdedor”.

“A iniciativa vem por parte dos grupos em defender e apoiar o direito de brasileiras e brasileiros que vivem nos EUA que sentem a necessidade de se posicionar contra as políticas adotadas pelo atual governo”, disse à Reuters Juliana Moraes, representante da Rede pela Democracia em Washington.

No domingo (19), o grupo esperava Bolsonaro em frente ao hotel em que está hospedado com faixas e cartazes contra o presidente e gritos de “Fora Bolsonaro Genocida”. Por indicação de sua segurança, o presidente entrou no hotel pelos fundos e não passou pelo grupo.

“A imprensa vai dizer que foi uma mega manifestação contra o presidente. Um pessoal que não tem nada, só tem porcaria dentro da cabeça”, disse o presidente em vídeo postado nas redes sociais.

Com informações da repórter Lisandra Paraguassu