Eleições 2020

Prefeito de São Carlos do Ivaí é condenado e não pode se eleger por oito anos

Juízo decidiu que prefeito usou verba do fundo da educação para fazer campanha eleitoral, entregando ovos de páscoa no município

Gabriel
Gabriel Trevisan Com informações do MPPR
Prefeito de São Carlos do Ivaí é condenado e não pode se eleger por oito anos
Foto: Redes Sociais

7 de outubro de 2020 - 09:08 - Atualizado em 7 de outubro de 2020 - 09:08

Atendendo o pedido formulado pelo Ministério Público do Paraná, o Juízo da 100ª Zona Eleitoral condenou o prefeito de São Carlos do Ivaí á inelegibilidade por oito anos, além de aplicar uma multa ao líder do executivo municipal.

O gestor era candidato à reeleição em 2020 e teve aplicadas ainda as sanções de cassação do registro e do diploma. A representação foi apresentada pelo MPPR por meio da Promotoria de Justiça de Paraíso do Norte, sede da comarca.

O Ministério Público também ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa pelos fatos que levaram à representação. Segundo a ação, o prefeito teria promovido, em abril, a distribuição de mais de mil ovos de chocolate a diversas pessoas, incluindo servidores e estagiários das secretarias municipais.

Por meio da rede social, o prefeito José Luiz Santos se defendeu das acusações em um vídeo.

O município de São Carlos de Ivaí, tanto nessa como em outras gestões, era acostumado a dar ovos de páscoa para as crianças. Como eu tinha feito nos outros três anos da minha gestão, fiz nessa também. Devido a pandemia, fabricamos os ovos e entregamos às crianças. O nosso promotor entendeu que eu quis fazer campanha [eleitoral] em abril“, disse o atual prefeito

A investigação também apurou que os insumos para confecção dos doces foram adquiridos com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que legalmente devem ser destinados exclusivamente para financiar despesas de manutenção e desenvolvimento da educação básica

Durante o vídeo, o atual prefeito de São Carlos do Ivaí faz questão de deixar registrado que continua candidato à reeleição , mesmo após ser condenado a inelegibilidade, e pontua que já protocolou a defesa das acusações em Curitiba.

“Sinto muito acontecer esse imprevisto, mas, se eu continuar como prefeito ano que vem, vou entregar, de novo, ovos de páscoa para as crianças de São Carlos do Ivaí”, finaliza Santos.

Conforme o MPPR, o gestor municipal ainda promoveu a entrega pessoal dos ovos de chocolate a inúmeras pessoas, registrando fotos do evento, posteriormente utilizadas para promoção pessoal nos meios de comunicação oficial do município.