Eleições 2020

Curitiba recebe voluntários da Transparência Eleitoral Brasil durante eleições

É a primeira vez que uma organização não governamental nacional realiza uma observação formal do processo eleitoral no país

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Curitiba recebe voluntários da Transparência Eleitoral Brasil durante eleições
Foto: José Cruz

15 de novembro de 2020 - 12:48 - Atualizado em 15 de novembro de 2020 - 15:26

Curitiba foi uma das capitais escolhidas para receberem voluntários da Transparência Eleitoral Brasil durante o primeiro turno das Eleições Municipais de 2020. O objetivo de observar o processo eleitoral em todo o país.

Além da capital paranaense, voluntários da organização sem fins lucrativos também irão acompanhar a votação em Belo Horizonte, Fortaleza, João Pessoa, Belém e Brasília. 

A observação será realizada em locais de votação e de apuração de votos e no caso de Brasília no Tribunal Superior Eleitoral. Serão verificados, entre outros pontos, a rotina do dia de votação, os procedimentos adotados para a emissão do voto e a atuação da Justiça Eleitoral nas diferentes regiões do país.

Ao todo, são 47 observadores voluntários sem nenhum vínculo com partidos, com a Justiça Eleitoral ou com a administração pública que foram selecionados por edital e passaram por uma capacitação para a tarefa. O grupo atuará com isenção e independência, de acordo com as normas internacionais de observação eleitoral. De acordo com a coordenadora da Transparência Eleitoral Brasil, Ana Claudia Santano, esta será a primeira vez que uma organização não governamental nacional realiza uma observação formal do processo eleitoral no Brasil.

“É um momento muito importante para entendermos a dinâmica das eleições no país”, afirma.

O relatório parcial sobre a observação deve ser divulgado na semana seguinte ao pleito e o relatório final com todas as observações e conclusões, bem como os formulários usados para a avaliação ficarão disponíveis ao público no ano que vem.

A missão será liderada por Ana Claudia Santano, e foi credenciada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e reconhecida pela Organização dos Estados Americanos (OEA).

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.