Eleições 2020

Pré-candidata Caroline Arns propõem transporte com tarifa zero e se diz “preparada para assumir a Prefeitura de Curitiba”

Advogada é filha do senador Flávio Arns e defende que “não é demérito ser filha de bons políticos”

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Pré-candidata Caroline Arns propõem transporte com tarifa zero e se diz “preparada para assumir a Prefeitura de Curitiba”
(FOTO: RICMAIS)

10 de agosto de 2020 - 10:30 - Atualizado em 10 de agosto de 2020 - 10:30

A advogada e administradora de empresas Caroline Alves, que é pré-candidata à Prefeitura de Curitiba pelo partido Podemos. participou na manhã desta segunda-feira (10) da série de entrevistas do programa Jornal da Manhã Paraná, da rádio Jovem Pan. A filha do senador Flávio Arns declarou ser positivo o fato de ser de uma família de políticos.

“Eu entendo que não é demérito ser filha de bons políticos. Meu pai é uma pessoa que sempre defendeu causas sociais, causas importantes na área de educação. Eu compreendo que as pessoas estão meio ariscas com relação à política, elas têm todas as razões para isso. A gente tem um ambiente muito difícil na política, mas eu entendo que não podemos prejulgar em função disto. Temos muito pais advogados com filhos advogados, pais médicos com filhos médicos, então eu não vejo isso como um demérito. Eu acho que aprendi muito com meu pai”, comentou Caroline.

A pré-candidata ainda ressaltou que aprendeu a nunca fechar as portas e que a vivência com o pai só ajuda em relação a gestão.

Tarifa zero é uma das propostas de Caroline Arns

Pela primeira vez como pré-candidata à Prefeitura de Curitiba espera utilizar dos conhecimentos da formação, da vivência e da experiência em gestão para assumir a capital paranaense. No planejamento para a administração, Caroline declarou que não pretende reduzir secretarias, entretanto destaca que é preciso diminuir os cargos comissionados.

Para o transporte público, Caroline Arns possui uma proposta de tarifa zero para os usuários. De acordo com a pré-candidata, em grande parte do mundo os governos são responsáveis por aproximadamente 70% dos subsídios para esta área. Na conta para conseguir entregar o projeto, ela destacou que irá ter um diálogo com as empresas.

“A conta é bem complexa. Nós temos 1 milhão e 200 mil habitantes que pegam transporte coletivo hoje. Metade do transporte coletivo é pago pelas empresa e metade as pessoas tiram do próprio bolso. Nós vamos precisar avaliar se essas empresas não concordariam continuar pagando, porque daí a minha meta para alcançar a tarifa zero seria 50%. As pessoas me dizem ‘as empresas não vão concordar’, mas a gente já perguntou? A gente precisa ter mais confiança no empresário, temos que acreditar que eles também querem o bem da nossa cidade”, contou Caroline.

Em relação a saúde, a pré-candidata disse que o atual prefeito deveria ter tomado mais cuidados com relação a divulgação de dados. Segundo ela, uma das falas iniciais de que Curitiba teria aproximadamente mil vagas para covid-19 deu uma “falsa segurança” para a população. Além disso, a flexibilização após alguns decretos tornou a gestão confusa.

Para a campanha, Caroline contará com o apoio dos três senadores do Paraná. Álvaro Dias e Oriovisto Guimarães fazem parte do Podemos e Flávio Arns é pai da pré-candidata. Confira a entrevista completa

O Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan Curitiba, entrevistará os principais pré-candidatos a prefeitura da capital paranaense diariamente, a partir das 7h, até o dia 14 de agosto. As entrevistas serão conduzidas pelos jornalistas Marc Sousa, Rafaela Moron e Djonatas Terribas. Confira: