Política

Ao vivo: CPI ouve Luiz Paulo Dominguetti; empresário fala sobre pedido de propina

Em entrevista à Folha de S. Paulo, Luiz Paulo Dominguetti Pereira afirmou ter recebido pedido de propina de US$ 1 por dose de vacina

Daniela
Daniela Borsuk com informações da Agência Senado
Ao vivo: CPI ouve Luiz Paulo Dominguetti; empresário fala sobre pedido de propina
(Foto: Agência Senado)

1 de julho de 2021 - 11:21 - Atualizado em 1 de julho de 2021 - 11:29

Nesta quinta-feira (1º), a CPI da Pandemia ouve Luiz Paulo Dominguetti Pereira, representante da Davati Medical Supply. Em entrevista à Folha de S. Paulo, ele afirmou ter recebido pedido de propina de US$ 1 por dose, em troca de assinar contrato de venda de vacinas AstraZeneca com o Ministério da Saúde.

A propina teria sido pedida pelo ex-diretor de Logística do ministério, Roberto Ferreira Dias, exonerado na quarta-feira (30) A compra de 400 milhões de doses da AstraZeneca pelo ministério geraria um montante ilícito de R$ 2 bilhões.

Acompanhe ao vivo:

Precisa Medicamentos

O depoimento do empresário Francisco Emerson Maximiano, sócio-administrador da Precisa Medicamentos, foi adiado após o STF conceder o direito de o depoente ficar em silêncio na CPI. O presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), anunciou a alteração do cronograma na noite de ontem (30).

A audiência com Maximiano estava prevista para hoje (1º) e ainda não tem nova data para acontecer.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.