Política

CPI investigará desvios na saúde em Umuarama

Investigações apontam desvios na Saúde em Umuarama na ordem dos R$ 19 milhões

Wilame
Wilame Prado / Repórter
CPI investigará desvios na saúde em Umuarama
Sessão ordinária de segunda-feira em Umuarama, quando requerimento foi aprovado para instalação da CPI. (FOTO: Câmara de Umuarama)

18 de maio de 2021 - 11:34 - Atualizado em 18 de maio de 2021 - 11:34

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) deverá investigar desvios na saúde em Umuarama, região Noroeste do Paraná.

O procedimento foi lido em sessão ordinária segunda-feira (17), na Câmara de Umuarama, que deverá aprovar instalação da CPI envolvendo operação do Ministério Público do Paraná (MP-PR) que prendeu sete pessoas e cumpriu mandado de busca na Prefeitura de Umuarama e também na casa do prefeito Celso Pozzobom.

Na sessão de segunda-feira no Legislativo, requerimento pedindo a CPI foi aprovado por oito votos, tendo duas abstenções.

O prazo para conclusão da investigação é de 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias. A Prefeitura de Umuarama e o prefeito Celso Pozzobom ainda não se manifestaram sobre a abertura da CPI.

Fura-filva na vacina

Em 5 de maio, uma operação do Ministério Público do Paraná (MP-PR) que investiga esquema de fura-fila de vacinas de covid-19 em Umuarama, na região Noroeste do Estado, resultou na prisão de pelo menos sete pessoas na manhã desta quarta-feira (5). Também estão sendo investigados possíveis desvios em um fundo criado para o enfrentamento do vírus no município.

A operação cumpriu 62 mandados de busca e apreensão, sendo dois cumpridos na casa e no gabinete do prefeito Celso Pozzobom. Após a operação, o prefeito afirmou que desconhece desvios e que apoia a investigação.

As investigações começaram no início de 2020, após indício de fraudes em licitações, com superfaturamento de contratos, emissões de notas fiscais frias, depósitos em contas de investigados e terceiro.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.