Notícias

Cerca de 1,7 mil urnas precisaram ser trocadas em todo o país

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

7 de outubro de 2012 - 00:00 - Atualizado em 7 de outubro de 2012 - 00:00

Em todo o país, 1.763 urnas eletrônicas precisaram ser trocadas desde o início da votação de hoje (7). Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O percentual de urnas trocadas chega 0,43% de um total de 407,5 mil disponíveis para votação. Além disso, o TSE registra 2,5 mil urnas para recepção de justificativa aos que não puderem votar e 57 mil urnas de contingência.

Ao todo, 57.003 urnas estão disponíveis para substituir as que eventualmente apresentem problemas. Este ano, o TSE incrementou as urnas eletrônicas com baterias que têm autonomia de até 12 horas sem recarga, o que significa que, em caso de falta de luz, a eleição terá condição de continuar.

Entretanto, caso as urnas funcionem durante todo o dia com bateria, não é possível garantir que haverá carga suficiente, após as 17h, para a transmissão dos dados. Até o momento, não há registro de utilização de urnas para votação manual, em cédulas de papel.

Hoje, 138,5 milhões de brasileiros devem comparecer às urnas para eleger prefeitos e vereadores dos 5,5 mil municípios do país. Os eleitores que não puderem votar em seus domicílios eleitorais devem procurar uma das 2.528 urnas disponíveis para justificar a ausência. O eleitor que não votar e não justificar ficará com pendência na Justiça Eleitoral e terá de pagar multa posteriormente. A ausência sem justificativa nas eleições também pode gerar problemas para o cidadão como o impedimento de ser contratado no serviço público.

 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.