Política

Bolsonaro tem obstrução intestinal e será levado a SP para avaliar necessidade de cirurgia de emergência

De acordo com a Secretaria de Comunicação Social da Presidência, após exames, constatou-se uma obstrução intestinal

Reuters
Reuters
Bolsonaro tem obstrução intestinal e será levado a SP para avaliar necessidade de cirurgia de emergência
Presidente Jair Bolsonaro durante evento em Brasília

14 de julho de 2021 - 15:53 - Atualizado em 14 de julho de 2021 - 16:16

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro tem uma obstrução intestinal e será transferido para São Paulo a fim de realizar exames complementares para avaliar a necessidade de fazer uma cirurgia de emergência, informou nesta quarta-feira (14) a Secretaria de Comunicação Social da Presidência.

Bolsonaro foi avaliado pelo médico Antonio Macedo, que viajou de São Paulo a Brasília a fim de examinar o presidente depois que Bolsonaro deu entrada de madrugada no Hospital das Forças Armadas (HFA) da capital federal.

“Após exames realizados no HFA em Brasília, o dr. Macedo, médico responsável pelas cirurgias no abdômen do presidente da República, decorrentes do atentado a faca ocorrido em 2018, constatou uma obstrução intestinal e resolveu levá-lo para São Paulo onde fará exames complementares para definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência”, disse o comunicado.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.