Política

Acusado de rachadinha, vereador é cassado na região noroeste do estado

Vereador Dadá (Podemos) foi cassado pelos crimes de improbidade administrativa e falta de decoro. Ele é investigado por fazer rachadinha.

Wilame
Wilame Prado / Repórter
Acusado de rachadinha, vereador é cassado na região noroeste do estado
Vereador Dadá cassado em Cianorte acusado pelo crime de rachadinha. (FOTO: Câmara de Cianorte)

28 de abril de 2021 - 08:42 - Atualizado em 28 de abril de 2021 - 08:42

Investigações apontando “rachadinha” levaram a cassação do vereador Adaílson Carlos Ignácio da Costa, conhecido como Dadá (Podemos), em sessão extraordinária realizada na terça-feira (27), na Câmara Municipal de Cianorte, no noroeste do estado. Em seu lugar, assumirá a Professora Neuza Casassa (Podemos), que foi eleita suplente.

Dadá é acusado de ficar com parte dos salários recebidos por um assessor dele, e chegou a ser preso em novembro do ano passado, após investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Eram necessários sete votos para a aprovação da cassação, e os nove vereadores que participaram da sessão votaram favorável, cassando o vereador pelos crimes de improbidade administrativa e falta de decoro. 

Outro lado

Afastado da Câmara desde fevereiro, quando foi instaurada uma comissão para apurar a denúncia, Dadá estava em seu quarto mandato como vereador em Cianorte.

A defesa do parlamentar informou que irá recorrer da decisão na justiça.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.