Notícias

Policial militar avança a preferencial e causa a morte de motoboy, na CIC

O soldado afirmou não ter ingerido bebidas alcoólicas antes do acidente, mas confessou que havia saído de uma festa e iria para outra.

Rodrigo
Rodrigo Sigmura / Editor-Chefe com informações do repórter Marcelo Borges, da RIC Record TV Curitiba
Policial militar avança a preferencial e causa a morte de motoboy, na CIC
(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

24 de abril de 2021 - 09:31 - Atualizado em 24 de abril de 2021 - 09:31

Um policial militar que estava de folga é suspeito de ter causado a morte de um motoboy de 27 anos na noite desta sexta-feira (23), na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). O carro que o soldado dirigia bateu na moto do rapaz na esquina das ruas Senador Accioly Filho e Arthur Martins Franco.

Daniel Pereira da Silva fazia sua última entrega de pizza quando foi atingido pelo carro do PM que, segundo testemunhas, teria avançado a preferencial. Ele estava acompanhado de amigos e prestou socorro à vítima.

Uma ambulância chegou a fazer o atendimento do motoboy, mas ele não resistiu aos ferimentos.

De acordo com informações do repórter Marcelo Borges, da RIC Record TV Curitiba, o Veloster conduzido pelo policial foi cercado por amigos e familiares de Daniel. Eles exigiam que o PM fizesse o teste do bafômetro por suspeitarem de embriaguez ao volante. Testemunhas disseram ter visto uma garrafa de whisky dentro do carro.

Por conta de um princípio de confusão no local, a polícia militar levou o soldado até a Delegacia de Delitos de Trânsito. Ele afirmou não ter ingerido bebidas alcoólicas antes do acidente, mas confessou que havia saído de uma festa e iria para outra.

Três mulheres que estavam com ele no veículo não ficaram feridas. Elas também foram levadas a delegacia para prestar depoimento.

Câmeras de segurança podem ajudar a polícia na investigação do acidente.

A vítima

Durante o dia, Daniel trabalhava com o caminhão que comprou com o irmão há oito meses e fazia entregas como motoboy para complementar a renda da família. Ele deixa esposa e uma filha de onze anos.