Notícias

Polícia prende quarto envolvido na morte do fiscal Fabrízzio Machado

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

6 de maio de 2017 - 00:00 - Atualizado em 6 de maio de 2017 - 00:00

Fabrízzio morreu com dois tiros no rosto quando tentava entrar na garagem de sua casa (Foto: Arquivo Pessoal/Facebook)

Com a prisão do quarto suspeito, a Polícia considera o inquérito encerrado

A Polícia Civil do Paraná apresentou neste sábado (6) o quarto suspeito de participar da morte do empresário Fabrízzio Machado da Silva, presidente da Associação Brasileira de Combate a Fraudes de Combustíveis. Trata-se de um rapaz de 19 anos que, segundo as investigações, teria recebido R$ 4 mil de outro suspeito para dar apoio ao crime.

Fabrízzio foi morto com dois tiros na noite do dia 23 de março, quando chegava em casa e teve o carro atingido por outro veículo. Os outros três suspeitos de participação do crime foram presos em abril. Para a polícia, ficou claro que o assassinado de Fabrízzio tem ligação com o trabalho de fiscalização que ele realizava para combater fraudes na venda de combustíveis no Paraná.

Um dos homens presos, que seria o mandante do crime, é o empresário Onildo Chaves de Cordova II, dono de quatro postos de combustíveis na Região Metropolitana de Curitiba.

A polícia informou em entrevista coletiva na tarde deste sábado que sabia da existência de um quarto suspeito desde o início das investigações.

O delegado Cassio André Dias Conceição afirmou que com a prisão destes quatro homens, a polícia considera o inquérito encerrado.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.