Notícias

Polícia fecha rinha de galo em acampamento de sem terra em Rio Bonito

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

6 de junho de 2016 - 00:00 - Atualizado em 6 de junho de 2016 - 00:00

Quarenta e sete animais foram apreendidos e vinte e dois assentados foram presos. (Foto: Divulgação)

Vinte e dois assentados foram presos, sendo que um deles possuía um mando de prisão em aberto por homicídio

A Polícia Militar do Paraná desativou duas rinhas de galo no interior do estado nos últimos dias. Ao todo, 23 pessoas foram presas, 58 animais apreendidos, além de material utilizado na prática do delito como biqueiras de metal, esporas de plástico e tesouras. A polícia ainda encontrou um revólver e munição.

A primeira abordagem ocorreu na noite de sexta-feira (3). Os polícias do Batalhão de Polícia Militar de Fronteira (BPFron) receberam uma denúncia anônima e, após a verificação em alguns sítios da região, encontraram a rinha que funcionava no assentamento sem terra Marcos Freire, em Rio Bonito do Iguaçu. Vinte e dois assentados foram presos, sendo que um deles possuía um mando de prisão em aberto por homicídio. Quarenta e sete animais foram apreendidos

No domingo (5), a Polícia Ambiental desativou uma rinha em Renascença, no sudoeste do estado. Também após uma denúncia anônima, os policias localizaram um barracão com duas rinhas para os duelos. Foram apreendidos 11 galos, gaiolas, 60 biqueiras de metal, 270 esporas de plástico e tesouras. A polícia ainda encontrou um revólver e munição. O dono do local foi levado para a delegacia de Francisco Beltrão.

Os envolvidos devem responder por maus-tratos de animais.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.