Notícias

PF salva garota de 16 anos do tráfico humano que seria levada para a Bolívia

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

22 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 22 de fevereiro de 2020 - 00:00

A Polícia Federal libertou uma adolescente vítima de tráfico humano que seria levada para a Bolívia. Um casal acabou preso em Epitaciolândia, no Acre.

Os presos são um boliviano e uma brasileira que levariam a menina de 16 anos de idade para o País vizinho.

A dupla foi detida na terça-feira, 18, quando se apresentou, na Delegacia de Polícia Federal em Epitaciolândia, para controle migratório.

Os agentes realizaram uma busca no automóvel utilizado pelo casal e encontraram a vítima que seria levada à cidade boliviana de Cobija.

A mulher já era investigada por tráfico de pessoas para fins de exploração sexual e trabalho análogo ao de escravo. Ela selecionava adolescentes pobres da região, convencendo-as de que teriam uma ‘vida melhor’ trabalhando na Bolívia.

Ao chegarem no país vizinho, as vítimas tinham seus documentos e celulares retidos, para que não pudessem fugir nem entrar em contato com suas famílias.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.