Mundo dos Pets

O que fazer se o seu animal for picado por aranha marrom?

Nos casos de o animal ser picado por aranha marrom ou escorpião, ele também deve ser levado imediatamente para o hospital veterinário a fim de passar por uma fluído terapia por pelo menos um dia.

Pauline
Pauline Machado / Canal de Estimação Jornalista e diretora do @canaldeestimacao
O que fazer se o seu animal for picado por aranha marrom?

25 de agosto de 2020 - 10:01 - Atualizado em 31 de agosto de 2020 - 08:30

Nós, seres humanos não somos as únicas vítimas de Escorpiões ou Aranha Marrom. Os animais também podem ser picados e, se não forem socorridos a tempo, também podem ter suas vidas em risco, afirma o Médico Veterinário André Richter, doutorando em cirurgia e pesquisador do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná.

Para os casos de picadas de Aranha Marrom, a primeira coisa que o responsável pelo animal deve fazer é identificar a lesão. “Geralmente quando o animal é picado, cria-se uma mancha roxa e uma descamação da pele, como se estivesse derretendo, formando uma mácula na região da picada”, ilustra.

Sintomas

Richter enfatiza que a melhor maneira de perceber se o animal foi picado pela aranha é observar se ele está se coçando além do normal em uma determinada região. Caso isso aconteça e a pele esteja com os sintomas acima descritos, a única coisa a fazer é correr imediatamente para o veterinário. “As pessoas ainda hesitam em levar para o veterinário e ficam procurando por pomadas que têm em casa na certeza de que vão melhorar o hematoma. Mas, asseguro que isso não resolve nada, muito pelo contrário, só agrava o problema, pela demora a buscar ajuda médica”, enfatiza.

O veterinário evidencia ainda que, no caso da Aranha Marrom, a picada pode levar o bichinho a óbito e, por isso, o animal tem que receber medicação urgentemente devido à picada provocar Toxemia, uma intoxicação resultante do acúmulo excessivo de toxinas endógenas ou exógenas no sangue, em virtude de insuficiência relativa ou absoluta dos órgãos excretores, como rins e fígados, por exemplo.

Medidas de prevenção

Como medida de prevenção, o ideal é que as pessoas dedetizem suas casas não apenas contra cupins e/ou baratas ou outros insetos, mas contra esses aracnídeos, também. “Ter e manter lagartixas em casa também é uma opção, pois, a lagartixa acaba com a Aranha Marrom. É uma prevenção natural”, sugere o veterinário.

Com a picada do Escorpião acontece basicamente a mesma coisa, porém, com um agravante maior ainda, devido à quantidade de veneno ser muito superior à da Aranha Marrom. A lesão forma um vergão na região, que começa a ressecar em volta, ficando com aspecto de podre.

Nos casos de o animal ser picado por escorpião, ele também deve ser levado imediatamente para o hospital veterinário a fim de passar por uma fluído terapia por pelo menos um dia. “A fluído terapia faz com que o soro circule por toda a corrente sanguínea do animal, para diluir a toxina, desconcentrando o fluxo do veneno, impedindo que essas toxinas passem pelos rins e cause alguma lesão ao animal”, explica o veterinário.