Mundo dos Pets

O que faz um veterinário de animais silvestres?

Pauline
Pauline Machado / Canal de Estimação Jornalista e diretora do @canaldeestimacao
O que faz um veterinário de animais silvestres?

23 de setembro de 2021 - 00:04

Quando falamos em cuidados com os pets, logo vêm à mente os cães, gatos e talvez os peixinhos. Mas raramente lembramos dos coelhos, roedores, aves e répteis. Por isso, vamos falar nesse artigo sobre o profissional que cuida desses bichinhos de estimação: o veterinário de animais silvestres.

Embora seja menos conhecida pelo público geral, esse tipo de especialidade vem crescendo a cada dia. Isso porque há pessoas que preferem animais vistos como “exóticos” ou menos populares. Então, confira a seguir algumas dicas para orientar o seu cliente, caso ele tenha adotado um animal silvestre.

Confira!

Veterinário de animais silvestres: o que faz esse profissional?

veterinário de animais silvestres é aquele especialista nas necessidades e bem-estar de avesrépteis, roedores e coelhos. Eles são capazes de realizar avaliações, prescrever medicamentos e indicar os melhores cuidados para esse tipo de pet.

Esse profissional possui um conhecimento mais aprofundado, sabe o clima ideal para os répteis, a melhor forma de criar os coelhos, entre outras informações importantes. Além disso, eles utilizam aparelhos específicos para avaliar a saúde do animal.

Quando consultar esse veterinário?

Se o seu cliente possui um animalzinho desse tipo, é importante que você saiba orientá-lo bem. O bichinho deve ser levado a um veterinário de animais silvestres toda vez que apresentar sinais de que está doente.

Nem sempre isso é tão fácil de identificar, porém, existem algumas dicas. O animal doente pode ter mudanças no comportamento, como tentar esconder as presas, ficam quietos e isolados, para não chamar a atenção de possíveis predadores.

Por isso, é fundamental levá-lo imediatamente a uma consulta com um veterinário de animais silvestres, pois só ele será capaz de descobrir o que está acontecendo.

Mas mesmo que o pet não apresente sintomas de alguma doença, ele deve ser levado pelo menos algumas vezes no ano para o especialista avaliar suas condições físicas. Esse é um cuidado básico para manter o bem-estar e a saúde.

Uma curiosidade é que os animais silvestres dispensam os cuidados com vermifugação e vacinação, diferente do que ocorre com cães e gatos. Mas mesmo assim, eles devem ser levados ao profissional assim que são adotados.

E o que fazer em caso emergencial?

Como já dissemos, essa não é uma especialidade tão popular, por isso, pode ser um pouco complicado encontrar um veterinário de animais silvestres em algumas cidades. Por isso, as clínicas convencionais são as melhores opções.

Mas em caso emergencial, o bichinho pode ser levado para qualquer atendimento 24 horas. Todo veterinário tem conhecimento para fazer cuidados básicos e um atendimento de emergência.

Então, mesmo que sua clínica ou petshop não sejam especializados em animais silvestres, é muito importante adquirir produtos para cuidar desse tipo de animal. Assim, os seus clientes se sentirão mais seguros em levar o bichinho para cuidados básicos ou mais específicos, sobretudo se não houver uma clínica especializada na sua cidade.

Fonte: V2Pet Atacado