Mundo dos Pets

Cuidados para vermifugar os pets da forma correta

A presença de vermes pode deixar seu pet apático, sem fome e até mais magro. Mantenha a vermifugação em dia. Procure o Médico Veterinário da sua confiança.

Pauline
Pauline Machado / Canal de Estimação Jornalista e diretora do @canaldeestimacao
Cuidados para vermifugar os pets da forma correta

12 de agosto de 2020 - 09:34 - Atualizado em 31 de agosto de 2020 - 08:28

Às vezes o seu pet pode ficar apático, sem vontade de comer ou até perder peso devido à presença de vermes. Por isso, hoje eu conversei com o Médico Veterinário David Filinto da Silva sobre os cuidados que os tutores devem ter ao vermifugar cães e gatos.

1 – Verifique sempre na embalagem se o medicamento é recomendado para a especie animal que você irá vermifugar, ou seja: se é para cão ou gato. Tome o cuidado de fornecer ao seu animalzinho de estimação o vermífugo correto e que mais atende suas necessidades, conforme prescrição do Médico Veterinário.

2 – Jamais forneça antiparasitários que não correspondem à espécie do seu pet. Um vermífugo para gatos não pode ser dado para cães e vice versa, ao contrário, você poderá colocar em risco a saúde de seu animal de estimação.

3 – Sempre recomendo que sejam feitas pelo menos três aplicações anuais em seus pets. No entanto, isso não é uma regra. Você poderá alterar o cronograma de aplicação de acordo com a necessidade do seu cachorro ou gato, conforme indicação do Médico Veterinário.

4 – É possível que mais aplicações possam ser realizadas durante o ano chegando a quatro ou mais. Mas, lembre: esta deve ser uma decisão a ser discutida com o Médico Veterinário de sua confiança.

5 – Sempre procure fazer o vermífugo em todos os animais que você tenha, para evitar possível infecção entre eles.

6 – Mantenha o vermífugo do seu pet sempre em dia, evitando que ele possa adoecer e, até colocar sua família em risco, já que alguns parasitas podem ser transmitidos para os humanos.

7 – Procure sempre formulações de vermífugos para cães e gatos que sejam compostos, que contenham mais de um único princípio ativo em suas composições. Este cuidado é importante, pois, evita que você erre na aplicação. Estes vermífugos contém nas embalagens a palavra plus – uma maneira simples de identificar os medicamentos compostos por mais de um princípio.

8 – Por fim, leve seu pet regularmente ao Médico Veterinário e evite  longos períodos sem vermifugá-los.