Notícias

Peste suína africana atinge 3ª fazenda industrial na Bulgária

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

26 de julho de 2019 - 00:00 - Atualizado em 26 de julho de 2019 - 00:00

SOFIA (Reuters) – Autoridades veterinárias da Bulgária disseram nesta sexta-feira que irão sacrificar 30.000 porcos após a detecção de um surto de peste suína africana em uma fazenda de reprodução no norte do país, no terceiro caso de uma fazenda industrial atingida pelo vírus, que tem se alastrado rapidamente.

A fazenda, na vila de Goliamo Vranovo, próxima à cidade de Ruse, na região do Danúbio, fica perto de uma instalação na qual autoridades já estão sacrificando 40.000 animais. Outros 14.000 suínos em uma outra fazenda foram sacrificados mais cedo neste mês.

A Bulgária, que é parte da União Europeia, já detectou até o momento mais de 20 surtos de peste suína africana em instalações industriais ou fazendas domésticas no norte do país.

Especialistas dizem que a Bulgaria poderia perder toda sua indústria de reprodução de suínos e ter seus 500.000 porcos abatidos devido à doença altamente contagiosa, que não afeta seres humanos.

(Por Tsvetelia Tsolova)