Notícias

Pesquisa mostra partido de Merkel “em queda livre” e avanço dos Verdes

Reuters
Reuters
Pesquisa mostra partido de Merkel “em queda livre” e avanço dos Verdes
Chanceler da Alemanha, Angela Merkel, no Parlamento em Berlim

24 de março de 2021 - 11:06 - Atualizado em 24 de março de 2021 - 11:11

BERLIM (Reuters) – O apoio aos conservadores da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, caiu três pontos percentuais em uma semana e atingiu seu menor índice em mais de um ano, mostrou uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira, e os ecologistas dos Verdes aparecem só quatro pontos atrás.

De olho em uma eleição federal em setembro sem Merkel, que deixará o cargo depois de quatro mandatos, a União Democrata-Cristã (CDU) da chanceler e o partido coligado União Social-Cristã na Baviera (CSU) – apelidados de “A União” – recuaram para 26%, indicou a sondagem da Forsa.

Como é crescente a frustração popular com a maneira como o governo Merkel lida com a crise do coronavírus, a aliança conservadora viu seu apoio perder nove pontos em um mês e chegar a um nível que não se via desde o início de março do ano passado.

“A União em queda livre”, disse a manchete da revista virtual Focus Online.

A CDU sofreu derrotas históricas em duas eleições estaduais no começo deste mês, assombrada pelo ressentimento com a distribuição lenta de vacinas contra Covid-19 e medidas prolongadas de lockdown, além de um escândalo de aquisição de máscaras.

O apoio aos Verdes subiu um ponto percentual e atingiu 22%, de acordo com a pesquisa para a RTL/ntv-Trendbarometer realizada pelo instituto Forsa, que entrevistou 2.511 eleitores entre 16 e 22 de março.

O Partido Social-Democrata (SPD) de inclinação de esquerda, atualmente em uma desconfortável “grande coalizão” com a União, aparece estável com 16% da preferência.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2N1A3-BASEIMAGE