Notícias

Pequim isola parte de distrito para combater coronavírus

Reuters
Reuters
Pequim isola parte de distrito para combater coronavírus
Pessoas carregam malas ao deixarem estação ferroviária em Pequim em meio à pandemia de Covid-19

29 de dezembro de 2020 - 08:31 - Atualizado em 29 de dezembro de 2020 - 08:35

PEQUIM (Reuters) – Pequim isolou 10 áreas do distrito de Shunyi, no nordeste da capital chinesa, nesta terça-feira, o primeiro lockdown na cidade desde o último surto de coronavírus nos meses de junho e julho.

A cidade relatou 16 infecções e três casos assintomáticos desde 18 de dezembro, quando os primeiros casos foram descobertos. A maioria deles surgiu em Shunyi, que impediu o acesso de entregadores a conjuntos residenciais.

Seis vilarejos, três edifícios e uma zona industrial estão entre as áreas isoladas, disse uma autoridade municipal de Pequim em uma coletiva de imprensa.

Embora a quantidade de casos novos de Pequim seja modesta na comparação com junho e julho, autoridades municipais intensificaram as medidas de contenção do coronavírus, que emergiu em três distritos nos quais centenas de milhares de moradores foram examinados.

“Os (esforços) de prevenção e controle de Covid da capital precisam entrar em modo de emergência”, disse um porta-voz da cidade na coletiva de imprensa.

O governo de Pequim disse que está cancelando reuniões em larga escala, como feiras de templos e eventos esportivos, e controlando o tamanho de eventos presenciais como festas anuais.

No domingo, o governo disse que aumentará o número de vagões no metrô para separar os passageiros e que limitará a 75% a capacidade de pontos turísticos e locais de entretenimento.

(Por Colin Qian e Ryan Woo)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGBS0GW-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.