Notícias

Pecuarista que matou policial é condenado a 34 anos de prisão

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

23 de fevereiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 23 de fevereiro de 2017 - 00:00

Julgamento durou 30 horas (Foto Divulgação)

Após 30 horas de julgamento, o assassino foi condenado por três crimes

O julgamento do pecuarista Alessandro Meneghel de um crime cometido em abril de 2012 durou dois dias. A sentença saiu por volta das 3h da madrugada desta quinta-feira (23).

Na ocasião, uma briga em frente a uma casa noturna, no centro de Cascavel, no oeste do Paraná terminou em morte. O pecuarista atirou contra o Policial Federal Alexandre Dummond Barbosa.

A vítima ficou caída na calçado enquanto o Meneghel fugiu em uma caminhonete, o crime foi registado por uma câmera de segurança. O assassino foi preso no mesmo dia e alegou legítima defesa na época.

Após 30h de julgamento, o Ministério Público (MP-PR) pediu a condenação pelos crimes de homicídio qualificado, porte ilegal de armas de fogo e por dirigir com a carteira de habilitação suspensa.

O pecuarista foi condenado a 34 anos e seis meses de prisão. A promotoria comemorou a sentença. Já a defesa garantiu que irá recorrer.

Leia mais

Assassino paga para ter roupa lavada e cela limpa em presídio de Cascavel

 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.