Notícias

Pastor Valdemiro Santiago é atacado com facadas em culto na Igreja Mundial

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

8 de janeiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 8 de janeiro de 2017 - 00:00

O pastor Valdemiro Santiago grava, do hospital, um vídeo sobre o atentado que sofreu durante um culto. foto: Reprodução/ Facebook

Segundo a PM, o agressor teria se sentido ameaçado por pastor querer crucificá-lo

O líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, o pastor Valdemiro Santiago, sofreu um atentado durante um culto na manhã deste domingo (8), em um templo religioso localizado no Brás, em São Paulo. O homem que o esfaqueou duas vezes no pescoço foi preso em flagrante com a arma do crime.

Em vídeo gravado no hospital, ao lado da mulher, a bispa Franciléia, Valdemiro relatou o cocorrido e tranquilizou os fiéis sobre o seu estado de saúde.

“Estava limpando as mãos, acabando de ouvir um milagre de um testemunho. Entrou alguém que eu não sei, por trás, e me deu uma facada no pescoço. Mas fiquem tranquilos, a gente só vai quando Deus quer”, afirmou o pastor.

Na mesma mensagem, o religioso disse não ter ódio de seu agressor. “Que Deus abençoe vocês e eu perdoo a pessoa que fez isso, não sei quem é, mas ela carece de perdão”, disse Santiago.

Segundo informações do 8º Distrito Policial de São Paulo, obtidas pelo Portal RIC Mais, o homem que esfaqueou Santiago foi preso em flagrante com um facão. Aos policias, ele teria dito que se sentia ameaçado desde que, em um culto há algumas semanas, o pastor teria olhado para ele e dito que iria crucifiá-lo.

Santiago fundou sua própria denominação evangélica em 1998, depois de romper com Edir Macedo, e é hoje um dos pastores mais populares do País. A Igreja Mundial do Poder de Deus já conta com 4,5 mil templos no Brasil e no exterior. O crescimento se deve em parte à presença de Santiago na mídia – ele tem dois canais de TV 24 horas . O ataque foi transmitido ao vivo.

Veja a mensagem gravada pelo pastor no hospital em que está se recuperando:

Leia mais

Suspeitos de assassinar policial em Pinhais são presos

Delegado diz não ter dúvidas de que bala de investigadora matou copeira

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.