Notícias

Passagem de ônibus em Curitiba passa a custar R$ 4,25 a partir de segunda

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

3 de fevereiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 3 de fevereiro de 2017 - 00:00

Novo preço da passagem começa a valer na segunda-feira (Foto: Divulgação, Sindimoc)

Valor é um dos mais altos do país; alegação da Prefeitura é renovação de frota e melhorias em estações

A tarifa do transporte coletivo de Curitiba foi reajustada de R$ 3,70 para R$ 4,25 a partir de zero hora da próxima segunda-feira (6). O reajuste, alega a prefeitura, é necessário para recompor o equilíbrio econômico-financeiro do sistema de transporte público.

Aos domingos, deixa de existir a tarifa especial de R$ 2,50 – ela também passa a custar R$ 4,25.

De acordo com a justificativa oficial, com o aumento passa a ser possível o investimento em melhorias como mais estações para embarque e desembarque e renovação da frota. Hoje, parte dos veículos circula com prazo de validade contratual vencido.

Além da renovação da frota, afirma a prefeitura, será possível implementar o ônibus Ligeirão para atender a linha Santa Cândida-Capão Raso.

Circular Centro e Linha Turismo

Também a partir de segunda-feira, a passagem do Circular Centro passará de R$ 2,50 para R$ 3, e a Linha Turismo, de R$ 40 para R$ 45. 

“A decisão foi técnica e não demagógica, para evitar a continuidade do sucateamento do transporte público”, sustenta o presidente da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), José Antonio Andreguetto. “A tarifa hoje não cobre os custos do sistema e isso provocou transtornos aos passageiros, que sofriam com as constantes paralisações de motoristas e cobradores em função do atraso nos repasses financeiros pelas empresas.”

Ligeirão

Segundo a prefeitura, para o Ligeirão atender a linha Santa Cândida-Capão Raso serão comprados 24 novos ônibus biarticulados, com capacidade para 250 passageiros em cada veículo. Os Ligeirões ajudarão a desafogar o eixo mais congestionado da capital. 

Até julho, anunciam a Urbs e a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), outras linhas que foram interrompidas ou mudadas depois da desintegração do Sistema Metropolitano de Transporte devem ser reintegradas.

A primeira linha retomada foi a Colombo-CIC, em janeiro. Estão em estudos a entrada da linha Araucária dentro do terminal CIC e a Boqueirão-São José dos Pinhais.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.