Notícias

Passageiro de ônibus de turismo mata dois criminosos durante assalto na BR-116

Um terceiro assaltante também morreu depois que pulou pela janela do veículo e foi atropelado por um carro que trafegava pela rodovia; um suspeito conseguiu fugir

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com informações da PRF
Passageiro de ônibus de turismo mata dois criminosos durante assalto na BR-116
Foto: Reprodução/RIC Record TV

12 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:51

Três bandidos morreram durante um assalto a um ônibus na BR-116, em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, durante a madrugada desta quarta-feira (12). 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 2h30, os assaltantes abordaram o veículo que transportava 45 passageiros e depois que forçaram o motorista a parar na rodovia, no km 35, quatro homens invadiram o ônibus e anunciaram o assalto

Passageira fica ferida

Enquanto dois deles renderam o motorista, outros dois iniciaram o roubo. Eles agrediram as vítimas e efetuaram disparos de arma de fogo até que o passageiro de 47 anos – armado com uma pistola calibre .380 – reagiu e disparou contra ambos. Um deles caiu no local e o segundo ainda conseguiu sair do veículo antes de perder a consciência. Um terceiro envolvido pulou pela janela do ônibus e acabou atropelado por um carro que passava na BR. O quarto suspeito fugiu. 

Durante a troca de tiros, uma mulher de 62 anos foi atingida de raspão, no rosto. Na sequência, o ônibus seguiu até a Unidade Operacional da PRF, onde a idosa recebeu os primeiros atendimentos médicos e foi encaminhada ao Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, na capital. 

A empresa providenciou outro ônibus, que seguiu viagem até o destino em Santa Catarina. 

Por volta das 3 horas, foram encontrados dois corpos na rodovia, que foram periciados pelo IML. Um, no km 36,3 e outro no 38. Os assaltantes não foram identificados. Uma pistola italiana, utilizada no assalto, foi apreendida.

Ainda conforme a PRF, o passageiro que reagiu ao assalto possui registro válido e possui porte de arma de fogo regular. 

A Polícia Civil de Campina Grande do Sul investiga o caso. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.