Coronavírus

Participantes de festa clandestina em Curitiba irão responder criminalmente pelo ato

Segundo a Decrisa, pessoas que estiveram no evento praticaram o crime de infração de medida sanitária preventiva, previsto no artigo 268 do Código Penal

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com reportagem de Thaís Travençoli da RIC Record TV, Curitiba
Participantes de festa clandestina em Curitiba irão responder criminalmente pelo ato
FOTO: MONTAGEM/RIC MAIS

12 de maio de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:45

Além dos organizadores da festa clandestina que ocorreu em Curitiba no último final de semana, participantes do evento também serão responsabilizados pela infração, segundo a delegada Aline Manzatto, da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Saúde (Decrisa).    

“Para os organizadores será o crime de associação criminosa, infração de medidas sanitária preventiva e também incitação ao crime. Já quem participou da festa é responsabilizado pelo crime de infração de medidas sanitária preventiva e se compartilhou em redes sociais também poderá responder pelo crime de incitação ao crime”, explica a delegada. 

Organizadores de festa clandestina em Curitiba já foram identificados

Os responsáveis pelo evento já foram localizados e deverão comparecer nos próximos dias na delegacia para prestar esclarecimentos. Além deles, o proprietário da chácara onde a festa ocorreu e os participantes já identificados também serão ouvidos pela polícia. 

“Vamos apurar e punir os envolvidos porque é algo que causa uma indignação absurda. Essas pessoas só pensam nelas mesmas, não respeitam todo o resto da população, não pensam que poderão transmitir a doença para os seus familiares, para pessoas do seu trabalho e do seu convívio. Elas não pensam que poderão estar ocupando leitos hospitalares que alguém que está respeitando as medidas preventivas pode, de repente, precisar e não ter acesso porque está ocupado por quem desobedece tudo”, declara Manzatto. 

A delegada explica ainda que outras festas e eventos que teriam ocorrido durante a pandemia são investigados do mesmo modo e que a fiscalização, daqui para frente, será mais intensa para que a ação da polícia ocorra em tempo real

“Se conseguirmos flagrar a festa acontecendo, todos serão presos em flagrante. Inclusive, os participantes”, finaliza a delegada.

Festa clandestina em Curitiba

O evento em questão ocorreu no bairro Campo Comprido e teria reunido mais de 500 pessoas. Imagens que mostram aglomerações, participantes sem uso de máscaras de proteção, muita bebida alcoólica e até DJ viralizaram nas redes sociais e causaram revolta na população que vem seguindo as normas de isolamento domiciliar e distanciamento social. 

Conforme apurado pela RIC Record TV, entre as pessoas que participaram na festa clandestina estavam também influenciadores de Curitiba que somam milhares de seguidores.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.