Mundo Animal

Parceria acelera verificação de denúncias de maus-tratos e a punição

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

7 de fevereiro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 7 de fevereiro de 2019 - 00:00

O objetivo é dar celeridade à verificação das denúncias de maus-tratos contra animais que chegam ao município pela Central 156.Imagem:Divulgação/Prefeitura de Curitiba

A população pode ajudar o município informando à Central 156 quando identificar situações de maus-tratos a animais domésticos. A Rede de Proteção Animal recebe, por dia, cerca de 30 denúncias dessa natureza.

A Rede de Proteção Animal da Prefeitura e a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) da Polícia Civil deram início nesta semana a uma parceria que vai resultar em operações conjuntas de fiscalização. O objetivo é dar celeridade à verificação das denúncias de maus-tratos contra animais que chegam ao município pela Central 156.

Benefícios da parceria

De acordo com a chefe da rede de proteção da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Vivien Midori Morikawa, o apoio é essencial. “Temos inúmeras situações em que nossos fiscais sozinhos são impedidos de entrar nos locais para verificação, o que gera a necessidade de novas tentativas e atrapalha o processo”, relata.

A ação combinada torna mais rápida a verificação de denúncias e também a punição. Além do processo administrativo, notificação, autuação e apreensão dos animais, se constatadas as denúncias de maus-tratos os responsáveis são encaminhados para a Delegacia de Proteção Ambiental para que seja lavrado o termo circunstanciado.

Primeiras ações contra os maus tratos

A primeira operação em parceria aconteceu nesta terça-feira (5/2) e resultou na prisão em flagrante de um homem de 36 anos, no Alto da XV. Foram encontrados no local dois cães com infecção na pele e sinais de desnutrição em um espaço com péssimas condições de higiene. Os animais foram apreendidos pela Rede de Proteção.

“Queremos intensificar essas ações conjuntas, visando diminuir a prática de crimes contra animais domésticos e contra a fauna silvestre”, afirmou o delegado-titular da DPMA, Matheus Laiola. Novas operações devem acontecer semanalmente, sem data fixa.

Denúncias

A população pode ajudar o município informando à Central 156 quando identificar situações de maus-tratos a animais domésticos. A Rede de Proteção Animal recebe, por dia, cerca de 30 denúncias dessa natureza.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.