Inova Mais

Paraná se destaca com startups em programa nacional de aceleração

Ticiana
Ticiana Pereira / Inova Mais

8 de outubro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 8 de outubro de 2019 - 00:00

A inovação no estado

Impulsionar o desenvolvimento de soluções que envolvem inovação faz parte de um
novo modelo de negócios que empreendedores estão adotando no Brasil.

O país já abriga um total de 13,1 mil startups e um dos estados que se destaca no desenvolvimento dessas empresas é o Paraná que parece seguir a tendência que toma conta do sul do país e se destaca pela quantidade de hubs inovadores e aceleradoras de startups de diversos segmentos, presentes na região.

Mostrando a relevância do estado em âmbito nacional, na última edição do InovAtiva
Brasil, maior programa de aceleração de startups da América Latina, o Paraná foi um dos locais com maior número de aprovação para o programa, ficando atrás apenas de São
Paulo. Além disso, quatro das 12 startups selecionadas como destaque são do Paraná.

Elas foram escolhidas dentre 105 soluções inovadoras de 21 estados brasileiros.
De 2013 até hoje, 90 startups do Paraná participaram do programa. Agora, no 10º
ciclo de aceleração do programa, 11 das 112 aprovadas são paranaenses, posicionando o estado como o 5º com mais empresas participantes.

Durante o ciclo, os empreendedores e empreendedoras passarão por etapas de mentorias, treinamentos e capacitações até a fase final, em que apresentarão seus projetos para uma banca de investidores, fundos de investimento e aceleradoras no evento Bootcamp e Demoday.

O desenvolvimento de Startups no Paraná

Segundo a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), hoje existem cerca de
686 startups situadas no estado do Paraná que já somam um total de R$ 800 milhões em investimentos recebidos e empregam mais de 10 mil pessoas.

O Paraná vem se destacando no quesito inovação, pois hoje é considerado o segundo estado mais inovador do país, segundo o Índice de Inovação dos Estados, lançado em maio de 2019 pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).

Além disso, o estudo informa que o estado também aparece na vice-liderança em investimentos em ciência e tecnologia, ficando atrás apenas de São Paulo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.