Economia

Paraná gerou 6.937 vagas de emprego em outubro, segundo Caged

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

22 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 22 de novembro de 2018 - 00:00

Paraná gera 6.937 vagas de emprego em outubro. (Foto: Gilson Abreu/Arquivo ANPr)

Entre janeiro e outubro, foram 61.566 novos postos de trabalho; o Estado está em terceiro lugar no ranking nacional, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais

O Paraná gerou 6.937 vagas de emprego com carteira assinada em outubro, segundo mostra o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. Este é o melhor resultado para o mês de outubro desde 2013 e representa um aumento de 46%, se comparado ao ano anterior.

Empregos no Paraná

No acumulado do ano (janeiro a outubro), o saldo do Paraná foi de 61.566 novos postos de trabalho. O resultado coloca o Estado em terceiro lugar no ranking nacional, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.

O economista do Observatório do Trabalho da Secretaria Especial do Trabalho e Relações com a Comunidade, Alexandre Chaves, afirma que praticamente todos os setores criaram novas vagas no mês passado, com destaque para o comércio, principalmente o varejista. “O setor foi responsável por 44% dos empregos no Paraná, o que equivale a 3.028 postos de empregos formais”, disse.

Na sequência ficaram os setores de Serviços e da Indústria de Transformação, com 2.281 e 1.550 novos postos, respectivamente.

Para o secretário estadual do Trabalho, Paulo Rossi, os números representam a compromisso do Estado com a geração de empregos. “O Governo do Paraná fez sua lição de casa com uma gestão competente, eficiente e com muitos investimentos. O resultado é o ciclo virtuoso na geração de empregos para a população paranaense em vários setores”, afirmou.

Empregos no Brasil

Entre as dez cidades que mais geraram empregos no País, duas são paranaenses. Curitiba é a 3ª cidade com maior saldo de empregos em outubro (2.215), e Maringá é a 10ª, com 1.095 novos postos de trabalho.

O Brasil terminou o mês de outubro com saldo positivo de 57.733 postos de trabalho formais, o que representa um acréscimo de 0,15% em relação ao mês anterior. No acumulado do ano, foram gerados 790,6 mil empregos com carteira assinada no País.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.