Economia

Paraná abre processo para contratar 1.201 agentes de cadeia pública

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

13 de junho de 2016 - 00:00 - Atualizado em 5 de fevereiro de 2021 - 16:51

Vagas serão preenchidas por Processo Seletivo Simplificado (PSS). O salário é de R$ 2.330,57 e a seleção é válida por um ano

O governador Beto Richa autorizou a abertura de Processo Seletivo Simplificado (PSS) para a contratação temporária de 1.201 profissionais que vão atuar nas unidades do sistema prisional em todo o Paraná. O salário é de R$ 2.330,57 e a seleção é válida por um ano, podendo ser prorrogada por igual período.

Com jornada de trabalho de 40 horas semanais, o regime de plantão dos profissionais é de 12 horas x 36 horas, com duas folgas mensais. Os agentes de cadeia pública são responsáveis, principalmente, por orientar, vigiar, fiscalizar, revistar e conduzir os detentos no âmbito da unidade penal e cadeias públicas, apreendendo objetos suspeitos ou não permitidos.
 
São 1.025 vagas para homens e 176 para mulheres, sendo um total de 248 vagas disponíveis para a região de Curitiba e as demais para regiões do interior do Estado, conforme segue: 132 para Ponta Grossa; 56 para Guarapuava; 204 para Londrina; 80 para Cornélio Procópio; 147 para Maringá; 124 para Umuarama; 174 para Cascavel e 36 para Francisco Beltrão. A escolaridade mínima exigida é ensino médio completo.

Confira a lista completa de concursos públicos com vagas abertas no Paraná

Inscrições

As inscrições podem ser feitas entre os dias 29 de junho e 5 de julho, diretamente no site da Segurança Pública ou CLICANDO AQUI. Não há taxa de inscrição. A partir do dia 6 de julho será publicada a classificação provisória e, após o prazo legal para apresentação de recursos, a classificação final sairá no dia 12 de julho. A previsão de início dos trabalhos dos profissionais que forem convocados é dia 21 de julho.

Seleção

O PSS consistirá em prova de títulos referentes à escolaridade, aperfeiçoamento profissional e tempo de serviço na área de segurança de unidade penal, segurança de unidade policial civil com carceragem ou em atendimento a adolescentes em privação e restrição de liberdade em unidade socioeducativa.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.